Governo convoca professores classificados em concurso para 14,7 mil vagas

Ao todo, são 18.407 candidatos convocados, que devem fazer a escolha de classes ou aulas a partir da próxima segunda-feira (25/06)

Os docentes ingressarão na rede em 2013, após conclusão de curso de formação específica, que terá início no próximo mês

A Secretaria da Educação inicia na próxima segunda-feira (25/06), por meio de edital publicado hoje (19/06) no Diário Oficial do Estado, o processo de convocação de 18.407 candidatos aprovados e classificados no concurso para professores do Ensino Fundamental Ciclo II e Médio (PEB II) e da Educação Especial, realizado em março de 2010. São oferecidas 14,7 mil vagas.

Os dias, horários e locais em que os professores devem se apresentar e a documentação necessária estão disponíveis no edital e também podem ser consultados no Portal da Secretaria. A relação de aulas e classes será disponibilizada no mesmo endereço virtual na quinta-feira (21/06).

- Visualize o documento no formato PDF

- Acesse aqui o edital de convocação para escolha de vagas

A escolha de vaga faz parte do concurso. Somente os candidatos que participarem dessa etapa continuarão no certame e estarão automaticamente convocados para a 3ª fase do processo seletivo, que é o curso promovido pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores (Efap) “Paulo Renato Costa Souza”. O Certificado de Aprovação em Concurso será concedido àqueles que efetuarem com êxito a formação. O início do curso está previsto para 25 de julho e os aprovados ingressarão na rede no primeiro semestre de 2013.

A chamada para escolha de vagas obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação final, na lista geral, por disciplina, em nível de regional (a 1ª região corresponde à região metropolitana de São Paulo; e a 2ª região, ao interior), publicada no Diário Oficial em 26 de junho de 2010.

O candidato convocado deverá comparecer munido de RG e CPF ou se fazer representar por procurador, legalmente constituído, portando cópia dos documentos mencionados. Assinada a ficha de escolha de vaga pelo candidato ou seu procurador, não será permitida, em hipótese alguma, desistência ou troca da vaga escolhida, sob qualquer pretexto.

Não haverá nova oportunidade de escolha de vaga ao candidato retardatário ou ao que não atender à chamada no dia, hora e local determinados, que será eliminado definitivamente do concurso.

De acordo com o artigo 5º do Decreto 55.078, de 2009, no momento da escolha de vaga, o candidato poderá optar por qualquer jornada de trabalho docente em classe: 9, 19, 24 e 32 horas semanais, conforme a disponibilidade de vagas e correspondentes cargas horárias e turnos de funcionamento disponíveis na unidade escolar do ingresso, exceto o candidato de Educação Especial que escolherá uma classe, em Jornada Básica de Trabalho Docente, correspondente a 30 horas semanais, das quais 20 horas em atividades com alunos.

O candidato que escolher vaga deverá acessar o sistema GDAE, no Portal da Educação, para efetuar o cadastro da conta corrente pessoal do Banco do Brasil, para validação da Secretaria da Fazenda, para fins do crédito de bolsa de estudo, de acordo com a Lei Complementar 1.094, de 2009. A bolsa corresponde a 75% do salário inicial para jornada de 40 horas semanais de PEB II. Como a partir de 1º de julho, os vencimentos para carga horária de 40 horas PEB II passarão para R$ 2.088,27, o valor da bolsa será de R$ 1.566,20.

Desde janeiro de 2011, já foram nomeados pelo governador Geraldo Alckmin mais de 23 mil docentes. A esse total, se acrescentará o contingente de aprovados no curso de formação específica deste ano. O certame realizado em março de 2010 teve 260 mil inscritos. Para o segundo semestre, está prevista a publicação de edital para novo concurso para professores.