terça-feira, 19/03/2019
Boas Práticas

Esportes não convencionais ganham adeptos em escolas de São Paulo

Rugby, beisebol e tênis fazem sucesso entre alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio

Qual é o esporte mais praticado no Brasil? Se você chutou futebol, fez gol. Segundo o Atlas Nacional do Esporte, o futebol é o líder em praticantes no país, seguido pelo vôlei e tênis de mesa. Uma popularidade que pode ser vista nas aulas de Educação Física das escolas da rede pública estadual, na qual o futebol logo ganha a preferência dos alunos, junto a práticas como basquete e handebol.

Nos últimos anos, alguns projetos e escolas vem popularizando esportes pouco conhecidos por aqui. É o caso do rugby. Na Escola Estadual Alexandre Von Humboldt, na zona oeste da capital, a adoção do esporte em 2013 foi tão bem sucedida que três alunos da escola foram encaminhados para a Seleção Brasileira de Rugby, e outros dois foram pré-selecionados para a lista de espera.

A introdução do esporte começou em 2013, pelo projeto Multiplicadores Pelicanos. Segundo Fátima Aragão Rizzo, diretora da unidade, a ideia foi bem aceita para promover o convício e melhorar o desempenho escolar: “A parceria foca as habilidades de concentração, respeito, convívio social, e também visa uma excelência enquanto formação pessoal e profissional dentro do esporte”, afirma.

Criado na Inglaterra, o rugby é considerado um dos pais do futebol. Foi dele que se originaram as primeiras regras para o jogo com os pés, datada da década de 1860. De intenso contato, o esporte é mais popular entre o público feminino, mas na EE Alexandre Von Humboldt, faz sucesso entre o público feminino: “No começo eu achava que o esporte era agressivo, e que iria me machucar. Mas minhas amigas, que já praticavam, me chamaram dizendo que eu tinha jeito. Um dia eu fui ao treino e, dali em diante, me apaixonei pelo esporte”, afirma Camila Araújo, capitã do time feminino.

Tênis muda a rotina escolar em escola de Pirituba

Na Escola Estadual Professora Zenaide Vilalva de Araújo, no bairro Jardim Mutinga, em Pirituba, o tênis é o esporte mais popular entre os alunos há pelo menos dez anos. Por meio de parceria com a Fundação Tênis, a prática é introduzida na escola como uma ferramenta de formação e desenvolvimento de diversas competências.

“Nossas aulas são estruturadas para dar valor e agregar ao aluno. Elas têm a missão de promover o desenvolvimento humano usando o esporte como ferramenta. Desenvolvemos competências cognitivas, atitudinais e profissionais”, explica Gastão Englert, coordenador-geral da Fundação Tênis.

Iniciada em 2008, a parceria hoje conta com quatro turmas de 50 minutos cada. “A Fundação Tênis entra com três profissionais que trabalham na quadra, e a escola fica responsável pela estrutura”, cita Gastão.

Para Sirlene de Fátima Manoel, diretora da unidade escolar, atender a proposta pedagógica e humanizar o ensino foi fundamental para o sucesso do tênis nas aulas de Educação Física: “O objetivo não é apenas que o aluno leia e escreva, mas que se aproprie de todas as formas de aprendizagem. O esporte é uma forma de aprendizagem lúdica”, explica.

Educação incentiva prática de vários esportes

Além dos jogos coletivos mais populares, como futebol, handball e vôlei, uma série de atividades esportivas são oferecidas pela escola. Entre as orientações da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), há a indicação de vários esportes, assim como Atividades Curriculares Desportivas (ACD) e eventos como o Dia do Desafio, o Agita Galera e os Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP). Saiba mais aqui.