Notícia

Novos influenciadores digitais da Educação são premiados na sede do Google

Primeira edição do Prêmio somou mais de 33 mil votos e cerca de 26 mil acessos na página do concurso

ter, 07.11.2017

O Prêmio Educação nas Redes: Novos Influenciadores Digitais anunciou os seus vencedores na tarde desta terça-feira (7). A cerimônia de premiação aconteceu na sede do Google, parceira da Secretaria da Educação na iniciativa, com a presença do secretário da pasta, José Renato Nalini, dos responsáveis pelo Google For Education, Rodrigo Pimentel e Rodrigo Vale, do coordenador da Unidade de Inovação da Secretaria de Governo, Roberto Agune, dos 20 finalistas, além da apresentação de Atila Iamarino, do canal Nerdologia. Todos os participantes foram certificados pelo Prêmio e participarão de um workshop de youtuber, oferecido pelo Google.

Com metodologia exclusiva desenvolvida pela A2ad, com critérios de análises de alcance, engajamento e relevância, nesta primeira edição, o Prêmio recebeu 500 inscrições válidas, somou mais de 33 mil votos do júri popular e cerca de 26 mil acessos na página.

Na categoria Informação e Gestão, o Grêmio Estudantil DER São Carlos foi o mais votado pelo júri popular, com 83% dos votos. A fanpage cumpre o papel de socializar as ações de todas as diretorias gremistas e 46 escolas da jurisdição da Diretoria de Ensino. “Ser premiado aqui é o resultado de um trabalho que vem sendo desenvolvido há anos em nossa Diretoria. É um prazer fazer com que, por meio da tecnologia, consigamos integrar todas as agremiações e, por isso, sermos reconhecidos”, disse o Professor Coordenador do Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino de São Carolos, Paulo César Lazzarini.

Com 62,8% da empatia do público, a fanpage Guião Memes, criada pelo aluno Vitor Aguiar de Jesus, da E.E. Dr. Álvaro Guião, também de São Carlos, foi a grande vencedora na categoria Vida Escolar e Grêmio. A página faz um retrato da vida na escola com um viés cômico. “A gente procura compartilhar os nossos momentos engraçados. Então quem estuda, ou já estudou em nossa escola gosta bastante”, disse o responsável pela página que alcança quase 2 mil curtidas.

Os games chamaram a atenção do público, que escolheu o canal Goten Gamer como o melhor na categoria Cultura e Comportamento, atingindo 78,2% dos votos. Com mais de 192 mil inscritos, Julio Eduardo Oliveira, da E.E. Gabriel Felix do Amaral, conta que estar no Google nesta tarde já foi uma grande conquista.

E, aliar a tecnologia à educação é um desafio diário na vida dos educadores. Pelo menos é o que conta e tenta fazer o professor Pedro Real Neto, da E.E. Santos Amaral Cruz, na Zona Leste de São Paulo, com o seu canal Pô Bixo – Matemática, eleito o melhor conteúdo na categoria Disciplinas, Professores e Servidores, com 56% dos votos. “Os alunos estão conectados na tecnologia e eu percebi que, com o meu canal, este é o caminho para atraí-los. Ter o meu trabalho reconhecido com essa iniciativa é indescritível”, disse.

– Clique e veja os finalistas 

Destaques

Avaliados pelo júri de especialistas do Google, foram destaques na premiação por apresentarem soluções tecnológicas para a vida escolar, a professora Eloisa Furlan, da E.E. Cultura e Liberdade, de Pompeia, com sugestão de aprimoramento do Google Sala de Aula, como a criação um espaço para interação de professores e alunos, e Davi Ambrozine Pires, da E.E. Francisco Duarte, ao sugerir a criação de um aplicativo que aproxime os pais da vida escolar de seus filhos.

“O que a gente semeou aqui foi trazer o protagonismo do aluno, do professor e do gestor da rede, para que ele não seja só consumidor da resposta, mas que, fundamentalmente, ele seja parte da solução. A gente estimulou os alunos a trazerem ideias de aplicativos, ideias que precisam ser resolvidas na rede. É muito do que a gente faz aqui no Google for Education: pegar a visão do aluno e professor e transformar isso em tecnologia”, disse Rodrigo Afonso Pimental, responsável pelo Google For Education na América Latina.