Sociedade

Alunos da rede estadual são maioria entre finalistas do concurso Parlamento Jovem

75% dos selecionados para representar o Estado de São Paulo são de escolas estaduais

qua, 10.07.2013

Entre os 44 projetos de lei pré-selecionados para representar o Estado de São Paulo na 10º Edição do Parlamento Jovem Brasileiro, 33 são de escolas da rede estadual de ensino.

Participam da disputa alunos de escolas estaduais, municipais e privadas. As iniciativas serão analisadas pela Câmara dos  Deputados que selecionará 11 estudantes para passar uma semana em Brasília vivenciando a rotina legislativa. Os estudantes acompanharão os trâmites do projeto de lei de sua autoria até ser sancionado.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Os projetos concorrentes transitam entre as áreas de educação, cultura, esporte, turismo, agricultura e meio ambiente, economia, emprego e defesa do consumidor, saúde e segurança pública.

Trabalhos que discorrem sobre a “obrigatoriedade do plantio de seis árvores para cada automóvel que for comercializado pelas montadoras” e para que “empresas que produzem lixo orgânico tenham benefícios quando não transportá-lo para aterros sanitários público com a finalidade de reciclagem” são ideias defendidas pelos alunos da rede. Consulte aqui todos os projetos de lei pré-selecionados!

Tecnologia

Com a articulação de um aspirante a advogado, o estudante Fabio Diego de Souza, da E.E. Anna Passamonti Balardin, em Sertãozinho, interior paulista, explicou detalhes do seu projeto, que visa a “redução de alíquota de impostos sobre produtos para veículos que possuam tecnologia híbrida”.  

Aos 17 anos, ele se divide entre os estudos para a escola e o sonho de ser aprovado no vestibular para o curso de Direito em instituições concorridas, como a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Fabio elaborou o projeto sozinho. Baseou as pesquisas em fóruns na internet voltados ao mundo automobilístico e exemplos de outros países onde há incentivo para os carros movidos a energia elétrica.

“Para que as empresas conquistem este benefício em seus impostos, os produtos utilizados nos carros precisam ser produzidos no Brasil. A medida viabilizará o desenvolvimento tecnológico no País, gerando empregos e aquecendo a economia nacional”, conta o estudante.

Direto para Brasília

A lista com os nomes dos alunos que viajarão à Brasília será divulgada dia 19 de agosto no site da Câmara dos Deputados. O evento acontece entre os dias 23 e 27 de setembro e reunirá 78 estudantes de diversos Estados brasileiros.