quarta-feira, 06/02/2019
Ensino Fundamental

Amor é o tema principal das atividades de acolhimento na escola Orizena de Souza Elena

Durante as atividades, eles tiveram a oportunidade também de expor as suas expectativas para o ano letivo

O ano letivo na escola Professora Orizena de Souza Elena, da Diretoria de Ensino da Região de Piraju, foi marcado com diversas atividades de acolhimento. Participaram das ações estudantes, professores, ex-alunos, membros do Grêmio Estudantil, professores e funcionários da unidade de ensino localizada no município de Tejupá.

“Nós fizemos diversas atividades com alunos e professores que despertassem o amor pela escola”, explicou o professor coordenador Antonio da Silva Pinto Junior.

A dinâmica da árvore abriu a programação de atividades. Reunidos em uma sala de aula, todos tiveram a oportunidade de expor as suas expectativas e contribuições em relação à escola para o ano de 2019. Na sequência os participantes assistiram ao filme “Ser Professor”, da professora Adozinda Kuhlmanm.

“Acolhimento foi um clima para o começo de ano e que deva fazer com que o jovem mude o entendimento da escola e perceba como ela pode contribuir com o seu projeto de vida”, disse o aluno Rai José Gomes Domingos.

Encerrando a programação, os alunos e docentes acompanharam uma palestra a respeito da importância do amor na aprendizagem dos jovens e exaltando a nobre profissão do professor.

Para a diretora Josefina dos Santos Vacelli, o acolhimento traz o sentimento de pertencimento à escola. “Trata-se algo extremamente positivo na medida em que se inicia o ano letivo de uma maneira mais suave, mais humanizada, contribuindo para que na sequência as atividades regulares tenham uma ressignificação, enfatizando o fio condutor do dia: Educação se faz com Amor e Esperança”.

Ações de acolhimento

O projeto de acolhimento da Educação é realizado anualmente em todas as escolas da rede estadual de ensino com o objetivo de aproximar e acolher os novos alunos na primeira semana do ano letivo.  Neste ano, as atividades se iniciaram na última segunda-feira (4).

As escolas são orientadas a desenvolver ações que promovam o fortalecimento entre os alunos, professores e funcionários, como rodas de conversa, vivências de projeto de vida, visitas aos espaços da escola, entre outras.

“O acolhimento é necessário em dois aspectos, porque cria um clima propício para o começo de ano e tenta fazer com que o jovem mude o entendimento da escola e perceba como ela pode contribuir com o seu projeto de vida”, afirma Helena Achilles, técnica do Departamento de Desenvolvimento Curricular e de Gestão da Educação Básica (DEGEB) da CGEB.