CEL

De São Paulo para Hiroshima: alunos falam como foi o intercâmbio no Japão

Clayton Soares da Silva e Monica Mai Furusawa visitaram o país em junho

ter, 04.10.2016

Junho foi um mês especial para Clayton Soares da Silva, de 16 anos, e Monica Mai Furusawa, de 15, ambos estudantes de unidades do Centro de Estudo de Línguas (CEL), da Educação. É que os dois jovens foram selecionados para participar do programa Visita Cultural ao Japão em 2016, iniciativa organizada pela Japan Foundation.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

No país oriental, os dois estudantes tiveram a oportunidade de visitar museus, escolas, além de cidades históricas como Osaka, Nara e Hiroshima, onde uma bomba nuclear explodiu em 1945 deixando a cidade em ruínas. “Primeiro eu visitei dois pontos turísticos de Nara. Depois fui de trem bala até Hiroshima. Parecia que estava no avião”, conta Monica, aluna da E.E. Professora Maria Angerami Scalamandré, de Ibiúna.

Experiências divertidas e inusitadas também marcaram a viagem dos dois alunos, em especial com Clayton. “Uma coisa com a qual eu me surpreendi logo de cara, pode parecer engraçado, estranho, foi com os assentos sanitários do Japão. Eles têm mais botões que os controles de TV daqui”, conta o estudante da E.E. D. Pedro I, localizada no bairro da Vila Americana, em São Paulo.

“Eu achava que as escolas de lá eram muito certinhas, os alunos sentados, fazendo sua lição em silêncio, mas não, é divertido. Os alunos interagem, conversam, brincam com o professor”, afirma Clayton.

Todos os custos da viagem como hotel, refeição, auxílio-transporte, material utilizado nas aulas, entre outros benefícios, foram pagos pela Japan Foundation.

Centro de Estudo de Línguas

Para possibilitar que o aluno tenha acesso a um novo idioma, a Educação oferece programas como o Centro de Estudo de Línguas, que possuis cursos presenciais de espanhol, italiano, francês, japonês, alemão e mandarim para alunos a partir do 7º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio regular e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Também é oferecido o curso de inglês, que é voltado somente para estudantes do Ensino Médio. O ensino é ministrado por professores diplomados e possuem módulos semestrais, com duração de até três anos.