Festival Anima Barretos 2012 exibe vídeos produzidos por alunos da rede estadual

As animações selecionadas serão apresentadas a partir de segunda-feira, dia 17, no cinema Centerplex, em Barretos

        Promovido pela Diretoria de Ensino de Barretos, o festival contou com a participação de cerca de 7.000 estudantes de 23 escolas estaduais da região

A partir de segunda-feira, dia 17, a Diretoria Regional de Ensino de Barretos apresenta os 43 filmes selecionados para a 6ª edição do Anima Barretos, festival de animação voltado a alunos do Ensino Fundamental e Médio de escolas estaduais locais. Cerca de 7.000 estudantes de 23 unidades de ensino participaram da criação dos vídeos. Haverá sessões às 10h e às 13h, em duas salas de cinema do Centerplex, no North Shopping Barretos, até o dia 21 de setembro.

Neste ano, os temas do festival são “Luiz Gonzaga”, “Festa do Peão” ou de livre escolha. Os trabalhos são classificados em três categorias: desenho, stop motion e mista. Durante o evento, os vídeos serão avaliados por um júri técnico e pelo público, que pode votar no local ou por meio do site www.animabarretos.com.

Os estudantes participantes formaram grupos de até três componentes e criaram filmes, utilizando técnicas de animação, com no mínimo 30 segundos e no máximo três minutos de duração que foram postados no YouTube.

O Anima Barretos tem por objetivo incentivar o uso da animação como instrumento didático e ampliar o conhecimento dessa linguagem, que envolve som, imagens em movimento e a tecnologia, instigar os alunos à leitura das imagens em movimento, criação de storyboard (roteiro) e animações, além de descobrir e estimular novos talentos.

 Para participar do festival, os estudantes foram orientados por professores de arte que passaram por capacitação técnica promovida pela Diretoria Regional de Ensino de Barretos. O uso da tecnologia e a produção audiovisual dentro da disciplina de arte são temas que integram a proposta curricular da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

 “Durante o processo de criação das animações, os alunos se socializam, trocam ideias e melhoram sua autoestima, além disso se aproximam da tecnologia e suas ferramentas”, explica Maria de Lourdes Sousa Fabro, professora-coordenadora do núcleo pedagógico de arte da Diretoria de Ensino de Barretos e organizadora do festival, que teve início em 2006.