Pais e Alunos

Governo de SP autoriza a nomeação de 1.158 professores aprovados no concurso PEB I

Despacho assinado nó último dia 6 permite adoção das providências para escolha de vagas

seg, 11.09.2017

O governador Geraldo Alckmin autorizou a nomeação de mais 1.158 professores remanescentes do concurso PEBI (Anos Iniciais do Fundamental – 1º ao 5º ano). O despacho foi assinado na última quarta-feira (6) e permite que a Secretaria da Educação adote, a partir de agora, as providências necessárias para a nomeação dos docentes.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

O certame foi realizado em novembro de 2014 e prevê a chamada total de 5,7 mil profissionais na região metropolitana de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Vale do Paraíba. Na rede paulista, a categoria tem rendimento de R$ 1.565,19, além de abono complementar de R$ 158,31 para jornada de 30 horas semanais.

Os docentes vão atuar em programas como Ler e Escrever, para alfabetização, e o EMAI (Ensino de Matemática para Anos Iniciais), que garantem ao Estado de São Paulo a melhor posição no IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, aplicado pelo Ministério da Educação.

3.747 PEBII são nomeados em julho

Além dos Anos Iniciais, o governo estadual nomeou em julho 3.747 professores de PEBII (Anos Finais e Ensino Médio). O concurso foi o maior do magistério paulista e prevê a contração de 59 mil. Na época, o certame registrou recorde com 322,7 mil inscrições.