06/11/13

Conheça grêmios estudantis que mudaram a realidade da comunidade escolar

Categoria

Atualmente, 66,25 % das escolas da rede estadual possuem grêmios ativos

Organizar atividades culturais é só uma das funções do Grêmio Estudantil da E.E. Professora Jeni Apprilante, localizada no município de Rafard. Além do envolvimento de alunos e professores, o grupo conta com o apoio efetivo dos moradores da cidade. Dos 8.360 habitantes do município, 30% deles se envolvem nas ações do Grêmio.

“Nossa unidade é a única escola estadual da cidade, por isso a comunidade se envolve ainda mais nas atividades que desenvolvemos. Este ano, por exemplo, realizamos uma campanha de agasalho e também faremos um campeonato de esportes e um show de talentos. Tudo com o apoio da comunidade”, afirma a professora coordenadora da unidade, Cláudia Conccilio.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Outro grêmio da rede estadual que merece destaque é o da E.E. Oswaldo de Oliveira Lima, em Suzano. Criado em 2008, começou timidamente, mas logo conquistou espaço. Hoje, o grupo orienta outros grêmios da região, participa ativamente das atividades da escola, possui assento efetivo no Conselho de Escola e mantém um blog, atualizado diariamente, com mais de 20 mil acessos.

“Conseguimos mudar a realidade da nossa escola. É muito prazeroso ver essa evolução. Hoje, os alunos têm voz ativa, são envolvidos e mais interessados”, afirma Juliana Christie, professora coordenadora do Grêmio Estudantil da unidade desde a criação do grupo.

As escolas de Suzano e de Rafard fazem parte das 66,25% unidades da rede estadual que contam com grêmio em atividade. A organização é formada e liderada por estudantes e incentivada pela Secretaria da Educação, por meio do Núcleo de Articulação e Iniciativas Junto a Pais e Alunos (NUART). Ele é formado por alunos que se responsabilizam pelo desenvolvimento de atividades culturais, esportivas, sociais e de cidadania.

“O grêmio é um colegiado fundamental para uma escola cidadã, porque permite o protagonismo juvenil e o primeiro exercício de cidadania na sociedade”, afirma Eliane Cecílio Jorge, diretora do NUART. “Além disso, o Grêmio é um órgão reconhecido de apoio à Direção Escolar”, explica.

Quer saber como criar um grêmio na sua escola? Clique aqui!



  • Foto: Grêmio Estudantil Futuros Nova Geração

    Download

    Alunos da E.E. Oswaldo de Oliveira Lima participam de campeonato esportivo organizado pelo Grêmio Estudantil da unidade

  • Foto: Grêmio Estudantil Futuros Nova Geração

    Download

    O grêmio, da escola de Suzano, foi criado em 2008

  • Foto: Grêmio Estudantil Futuros Nova Geração

    Download

    Outras atividades desenvolvidas pelo grupo são visitas e exposições culturais

  • Foto: Grêmio Estudantil Futuros Nova Geração

    Download

    Na ocasião, como parte do programa Cultura é Currículo, os alunos visitaram o Itaú Cultural

  • Foto: Grêmio Estudantil Futuros Nova Geração

    Download

    "Hoje, os alunos têm voz ativa, são envolvidos e mais interessados”, afirma Juliana Christie, professora coordenadora do Grêmio Estudantil da unidade.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Aliquid fuga?