Professores e diretores da rede estadual podem participar de cursos da Plataforma Freire

São mais de 87 mil vagas em diversos cursos de extensão, aperfeiçoamento e de especialização para todo o País A Secretaria de Estado da Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP) acaba de aderir ao Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), na modalidade formação continuada. O programa do Ministério da Educação (MEC) pretende contribuir para a melhoria da formação profissional dos educadores de todo o Brasil. Com a adesão, a Secretaria passa a oferecer cursos de aperfeiçoamento, extensão e especialização para os professores e diretores em exercício das escolas públicas estaduais, disponíveis na Plataforma Freire. Os cursos abrangem diversas áreas, e as aulas estão previstas para começar no segundo semestre deste ano. São 87.043 vagas oferecidas em todo o País, sendo que 8.310 são destinadas para professores do Estado de São Paulo. Aproximadamente 18 mil educadores paulistas já estão concorrendo às vagas. Os demais interessados devem realizar sua pré-inscrição até o próximo dia 10, na internet ( http://freire.mec.gov.br/ ) . Em caso de dúvidas, os professores podem ligar, gratuitamente, para a Central de Atendimento do Ministério da Educação, no número 0800 616161. Segundo a coordenadora da Escola de Formação de Professores, Vera Cabral, a Plataforma Freire é uma excelente forma de melhorar a qualidade no ensino público: “Os professores têm acesso a uma ampla gama de cursos de formação, ministrados em instituições renomadas, e voltados às necessidades de sala de aula”. Sobre o Parfor e a Plataforma Freire O Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) é resultado de um conjunto de ações do MEC, em colaboração com as secretarias de educação dos estados e municípios e as instituições públicas de educação superior neles sediadas, para ministrar cursos superiores gratuitos a professores em exercício das escolas públicas sem formação adequada à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Criada pelo MEC, a Plataforma Freire coloca em prática o Parfor. Nela os educadores escolhem os cursos de interesse, fazem inscrições, cadastram e atualizam seus currículos. Construída para ser uma ferramenta de fácil acesso do professor, a Plataforma também é informativa. Nelas, os docentes encontram uma série de dados, entre eles, as tabelas com a previsão de oferta de cursos, as instituições, as modalidades de formação.