Pais e Alunos

Pais de 4,3 milhões de alunos são convidados para passar um dia na escola de seus filhos

O objetivo é integrar os responsáveis pelos estudantes com a rotina da comunidade escolar

sex, 18.10.2013

Os pais dos mais de quatro milhões de alunos que estudam nas escolas estaduais de São Paulo estão convidados para conhecer a rotina de seus filhos nas unidades escolares. Neste sábado (19), as cinco mil escolas da rede realizam um encontro entre pais e mestres. O projeto batizado de “Um dia na escola do meu filho” visa estimular ainda mais a presença da comunidade na rotina das crianças e dos adolescentes.

Neste dia, os responsáveis pelos alunos são convidados a participar da programação, conhecendo de perto as ações desenvolvidas na unidade e toda a comunidade escolar. Para isso, serão realizadas atividades especialmente dedicadas às famílias dos estudantes. Os professores organizam apresentação de trabalhos e projetos, além de gincanas, brincadeiras, jogos, teatro e dança.

O projeto integra o programa Educação – Compromisso de São Paulo. A Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB) também sugere que os professores façam um passeio pela unidade apresentando salas de aula, de informática, de leitura, cozinha e todas as outras dependências da escola.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Além disso, o evento é uma oportunidade para os visitantes conhecerem o Conselho da Escola, a Associação de Pais e Mestres (APM) e o Grêmio. Esse é o momento ideal para informar, mostrar propostas e ações já realizadas.

Documentário

Todas as unidades de ensino foram orientadas a realizar atividades para que os pais conheçam a rotina escolar, os ambientes, as salas e os projetos pedagógicos realizados. Alunos e professores, juntos, serão os anfitriões do local em que frequentam diariamente, com a exposição de trabalhos, feiras culturais e outras atividades.

Também a partir deste sábado, será oferecida uma sessão de cinema aberta à comunidade escolar, com o documentário “Muito além do peso”. O filme aborda o tema obesidade infantil e traz uma série de entrevistas para entender o problema. Após a exibição, as unidades escolares foram orientadas a fazer um debate para alertar sobre o consumismo e a comida de má qualidade com os participantes.

Cada instituição teve autonomia para organizar o cronograma de atividades, que além do documentário contempla jogos cooperativos, brincadeiras, gincanas, feiras culturais, espetáculos de dança, coral, teatro entre outros.  Para saber sobre a programação, é só procurar a escola.