Certificação/Enem

Os jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de terminar o Ensino Fundamental na idade correta podem conquistar o certificado de conclusão dessa etapa da escolaridade por meio avaliações e cursos, como o Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e os Centros Estaduais de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA).

Encceja

O exame, que é oferecido para jovens e adultos a partir de 15 anos, é exclusivamente voltado para a conclusão do Ensino Fundamental. A avaliação é composta de quatro provas objetivas, com 30 questões de múltipla escolha, além de uma redação.

- Confira aqui o comunicado sobre a certificação

As quatro provas avaliam o conhecimento dos candidatos em língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, redação, matemática, história, geografia e ciências naturais.

Os jovens e adultos que não atingirem o desempenho necessário para obter o certificado do Ensino Fundamental ainda poderão solicitar o atestado parcial de conclusão nas áreas de conhecimento nas quais atingiu a nota necessária. A partir disso, o candidato pode prestar novamente o exame ou concluir as demais disciplinas por meio da EJA ou em um CEEJA (veja abaixo).

Para aplicar a prova em São Paulo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), instituto que realiza o exame, conta com a parceria da Secretaria da Educação, que ainda auxilia na divulgação dos resultados e realiza a entrega dos certificados e dos atestados parciais de conclusão.

Enem

Os jovens e adultos que desejam concluir o Ensino Médio podem fazê-lo por meio do Enem.

No momento da inscrição, os jovens e adultos com mais de 18 anos que desejam obter o certificado do Ensino Médio devem assinalar essa opção. Da mesma forma que os estudantes que realizam o exame com outros objetivos, como o ingresso no Ensino Superior, os jovens e adultos candidatos à certificação têm seus conhecimentos sobre ciências humanas e da natureza, linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação avaliados.

- Acesse aqui para solicitar seu certificado

Assim como acontece com o Encceja, os candidatos que não conquistarem a nota exigida para obter o certificado do Ensino Médio poderão solicitar o atestado de conclusão parcial. As demais disciplinas também podem ser concluídas por meio da EJA e CEEJA.

A Secretaria da Educação também é parceira do Inep na aplicação do Enem para os estudantes paulistas. O órgão é responsável pela emissão dos certificados, que pode ser retirados, normalmente, nas 91 diretorias de ensino distribuídas pelo Estado.

- Clique aqui para mais informações

EJA

Cerca de 1,6 mil escolas estaduais paulistas oferecem as aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nesse modelo é possível concluir tanto o Ensino Fundamental quanto o Ensino Médio.

Os módulos de seis meses cada são equivalentes aos anos e séries do ensino regular. O curso possui carga horária de quatro horas diárias, de segunda à sexta-feira.

As inscrições para as aulas do Ensino Fundamental são abertas para alunos a partir de 15 anos. Já os interessados em concluir o Ensino Médio precisam ter, no mínimo, 18 anos.

CEEJA

A Educação conta com 23 unidades do Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA). O diferencial do modelo é que ele oferece presença flexível e dá oportunidade a alunos com mais de 18 anos que querem voltar à sala de aula por não terem tido acesso à escolarização na idade certa ou por terem interrompido os estudos.

No CEEJA, o aluno recebe o material de ensino no ato da matrícula e é orientado a criar um plano de estudos. Sempre que sentir necessidade, pode recorrer ao centro para tirar dúvidas presenciais com professores que ficam à disposição na unidade e ainda tem a possibilidade de marcar as provas de cada disciplina, conforme data em que for melhor para ele.

Exame Supletivo

O Exame Supletivo é realizado pela Secretaria da Educação para jovens e adultos que desejam concluir Ensino Fundamental ou Médio. Com a parceria entre Educação e Inep para a oferta do Encceja e Enem, no entanto, a demanda de alunos buscando certificação já foi atendida.