quarta-feira, 03/12/2014
Boas Práticas

Concurso de marca de calçados revela talento de customização de alunos

Mais de 150 escolas públicas e privadas participaram do concurso

No último sábado (29), foi realizada a grande final da segunda edição do Vans Custom Culture Brasil, concurso de arte e customização de tênis que inspira estudantes da rede pública ou privada de todo o País a por em prática a criatividade. Representada pelos alunos Matheus Henrique Venancio, do Ensino Médio, Naylla Santos Perez Silva e Shenia Aparecida Batista, ambas do 8º ano do Fundamental, a escola estadual Ana estadual Ana Maria Poppovic, em Diadema, conquistou o terceiro lugar.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Realizado anualmente pela marca de calçados Vans, o concurso chegou até a escola por meio da professora de educação artística Priscila Maria Magalhães, que já conhecia o projeto. “Quando vim para a escola, eu percebi o talento que os alunos tinham para desenhar. E eu já havia participado da primeira edição desse concurso por outra escola, onde terminamos em sétimo lugar. A partir disso, enviamos nossa inscrição. Passamos da primeira fase e chegamos até a segunda fase, onde disputamos contra 150 escolas. Conseguimos ficar entre as dez melhores e, no sábado, foi a grande final, onde ficamos em terceiro lugar”, conta.

Para definir qual customização representaria a escola, foi necessário a elaboração de um concurso interno onde cada aluno recebeu, em uma folha sulfite, os modelos de tênis que a empresa trabalha. A partir daí, os estudantes deveriam expor a criatividade elaborando desenhos sobre Esportes de ação, Cultura local, Música e Arte, as categorias do concurso.

E para estimular ainda mais a criatividade dos estudantes, houve aulas com técnicas de pintura, hachura, além de desenhos com grafite e estêncil. As atividades aconteceram de acordo com a idade e grau escolar dos estudantes. Após a criação dos desenhos, foi definido os três melhores em seleção feita por alunos, professores e coordenadores. “Os três selecionados fizeram customizações nas categorias Esporte de Ação, Cultura Local e Música, afirma Priscila.

Como premiação, a escola ganhou o valor de R$ 3 mil em materiais de arte. Além disso, os estudantes ganharam inúmeros produtos da marca como camisetas, tênis e outros materiais. Porém, para Priscila, a maior vitória envolve o surgimento de novos talentos. “Esse concurso criou nos alunos uma necessidade de colocar a arte para fora de si. A partir dele, nós descobrimos novos talentos. As duas meninas, por exemplo, são muito tímidas, e agora revelaram o quão bem elas desenham”, revela. “Para mim, é imprescindível ter um projeto como este, que estimula a criatividade e o talento”, finaliza a professora.