segunda-feira, 14/09/2015
Pais e Alunos

Órgãos que estimulam ingresso de mulheres em área de exatas podem disputar prêmio

Para participar, interessados devem ter projeto em parceria com as escolas da rede estadual paulista

Associações, organizações ou grupos relacionados à defesa dos direitos das mulheres podem participar do concurso “Gestão Escolar para Equidade: Elas nas Exatas”, iniciativa que tem por objetivo apoiar projetos que incentivam a inserção de mulheres em carreiras de ciências exatas e tecnológicas.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Para participar, as interessadas devem, além de se dedicar à promoção da educação e defesa dos direitos das mulheres, ter parceria estabelecida com escolas que tenham Ensino Médio na rede estadual paulista. A parceria deve ser comprovada por meio de uma carta da escola pública assinada pela gestão escolar que ateste o vínculo entre unidade escolar e responsável pelo projeto. A iniciativa apresentada deverá ser coordenada por uma mulher. Não será permitida a participação de projetos diretamente pelas escolas. O concurso receberá as propostas até o dia 3 de novembro. 

Clique aqui e confira o edital da iniciativa

Os projetos apresentados deverão ser executados em até 12 meses. Para submeter uma proposta de projeto, todas as associações, organizações ou grupos informais deverão preencher um formulário online e enviá-lo ao endereço postal do Fundo ELAS. Os projetos selecionados ganharão apoio no valor de R$ 300.000,00. Poderão ser selecionadas até dez propostas de projetos, com repasse de R$ 30.000,00 para cada. 

Sobre o projeto

O “Gestão Escolar para Equidade: Elas nas Exatas” tem como meta apoiar financeiramente projetos que enfrentem estereótipos de gênero e fomentem a inserção de meninas em carreiras nas ciências exatas e tecnológicas. A iniciativa é resultado da parceria entre Fundo Elas, Instituto Unibanco e Fundação Carlos Chagas.

Atualizada em 30/09/2015 às 16h40