quinta-feira, 28/01/2010
Últimas Notícias

Alfabetiza São Paulo ganha R$ 1,2 milhão para material didático

Programa que oferece curso de alfabetização para maiores de 15 anos está com as inscrições abertas na Capital e Grande São Paulo A Secretaria de Estado da Educação liberou R$ 1,2 milhão para produção de material didático do Programa Alfabetiza São Paulo, destinado à população analfabeta com mais de 15 anos de idade. Os interessados […]

Programa que oferece curso de alfabetização para maiores de 15 anos está com as inscrições abertas na Capital e Grande São Paulo

A Secretaria de Estado da Educação liberou R$ 1,2 milhão para produção de material didático do Programa Alfabetiza São Paulo, destinado à população analfabeta com mais de 15 anos de idade. Os interessados já podem efetuar as matrículas em instituições conveniadas na Capital e Grande São Paulo (relação abaixo).

O curso foi desenvolvido para respeitar a disponibilidade e ritmo de cada aluno. Portanto, não há carga horária mínima exigida ou prazo para conclusão, o que permite que o estudante possa se inscrever no momento que desejar e levar o tempo necessário para concluir os estudos.

“Com o Alfabetiza São Paulo, oferecemos a oportunidade de continuação dos estudos para todos aqueles que, por alguma razão, tiveram de parar de estudar”, afirma o secretário Paulo Renato Souza.

As aulas acontecem em locais como igrejas e sindicatos, disponibilizados pelas entidades, que recebem verba da Secretaria de Estado da Educação por meio de convênio para realização do curso.

Além das ONGs, neste ano, o Alfabetiza São Paulo também será oferecido em escolas da rede estadual inseridas no Programa Escola da Família e em universidades parceiras, que receberão convite da Secretaria. As inscrições nas escolas da rede poderão ser feitas a partir do início do ano letivo (18 de fevereiro).

Programa Alfabetiza SP

O curso oferecido pelo Programa equivale ao Ciclo I do Ensino Fundamental e conta com material específico, fornecido pela Secretaria aos estudantes, professores e parceiros. São distribuídos quatro livros para cada aluno, correspondentes a cada ano do Ensino Fundamental de Ciclo I.

Ao final do curso, o aluno poderá realizar um teste de escolaridade em qualquer unidade da rede. O resultado desse teste será o suficiente para que o candidato ingresse no Ciclo II do Ensino Fundamental e continue sua vida escolar.

Em 2009, por meio de convênio com as ONGs, foram oferecidas 1.538 classes do Programa na capital e Grande São Paulo, que atenderam 36 mil alunos. O Programa também foi implantado nas classes de alfabetização que funcionam nas unidades da Fundação CASA, que atendem adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação, onde foram atendidos cerca de 500 alunos.

ONGs Conveniadas

• IBEAC – Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário/ fone: 3864-3133/ e-mail: ibeac@uol.com.br ;

• Comunidade Kolping São Francisco de Guaianazes/ fone: 2557-5144/ e-mail: c.kolping@uol.com.br ;

• CCECAS – Conselho Comunitário de Educação, Cultura e Ação Social da Grande São Paulo/ fone: 4678-1811/ e-mail: educarparamudar@terra.com.br ;

• ITD – Instituto Tecnológico Diocesano Santo Amaro/ fone: 3798-7925/ e-mail: itd@itd.org.br ;

• Alfabetização Solidária/ fone: 3372-4300/ e-mail: alfasol@alfasol.org.br , imprensa@alfasol.org.br