segunda-feira, 12/04/2004
Últimas Notícias

Aluna de escola estadual de Suzano ganha prêmio de redação

Aproximar o estudante do livro e estimular a criatividade por meio da escrita foi o que motivou a realização do concurso de redação “Ler é Preciso” – “Entrando nos sítios de Monteiro Lobato”, que contou com a participação de mais de mil alunos. A iniciativa é da organização não-governamental Eco Futuro, criada pela Companhia Suzano, […]

Aproximar o estudante do livro e estimular a criatividade por meio da escrita foi o que motivou a realização do concurso de redação “Ler é Preciso” – “Entrando nos sítios de Monteiro Lobato”, que contou com a participação de mais de mil alunos. A iniciativa é da organização não-governamental Eco Futuro, criada pela Companhia Suzano, e vai homenagear, em sua quarta edição, o pai da literatura infanto-juvenil brasileira.

Estudantes do ensino fundamental (1ª a 8ª séries) de duas mil escolas públicas e privadas de todo o País, puderam se inscrever para o concurso que fará a premiação na próxima terça (13). O concurso serviu para motivar a produção de textos e estreitar a relação entre estudantes, escolas e bibliotecas, e recebeu cerca de nove mil redações. O número é três vezes maior que nas edições anteriores.

A aluna Helena de Melo Silva, da 3ª série do ensino fundamental, será uma das premiadas. Estudante da escola estadual Benedita de Campos Marcolongo, em Suzano, Grande São Paulo, Helena receberá o prêmio com outros estudantes nesta terça-feira (13). A Ong não quis divulgar a colocação e o número de alunos premiados, mas a equipe da escola que incentivou o trabalho dos alunos estará presente. “Foi uma oportunidade de criar um espaço a mais de aprendizagem e leitura aos alunos da nossa escola. A direção e outros docentes colaboraram com o resultado desse trabalho e eu estou muito satisfeita”, disse a profª Maria Inês Alves da Silva, coordenadora do projeto na escola. A cerimônia será no Centro de Cultura Judaica de Suzano.

Para a realização das redações foram divididas em quatro temas, cada um deles adequado à série do aluno participante, sempre no ensino fundamental.

Categoria I – 1ª e 2ª séries. Tema: “Criando Criaturas Fantásticas”.

Categoria II – 3ª e 4ª séries. Tema: “Uma Outra História de Bichos para Tia Nastácia”.

Categoria III – 5ª e 6ª séries. Tema: “Se eu, como Emília, pudesse reformar o mundo…”.

Categoria IV – 7ª e 8ª séries. Tema: “Quem é para mim um brasileiro sob medida”.

Cada sala de aula pôde participar com três redações.

A partir da premiação, os alunos poderão ver publicadas as suas histórias e ganhar prêmios. Os organizadores do concurso editarão um livro com as 15 primeiras redações selecionadas em cada uma das quatro categorias.

s professores e as escolas dos três primeiros colocados nas quatro categorias serão premiados com a Coleção Obras-Primas, da Editora Nova Cultural, composta por 50 clássicos da literatura universal. Desde 1998 já foram desenvolvidos três concursos de redação que envolveram mais de 4.500 crianças e mais de 5 mil escolas públicas e privadas.

Luciane Salles