segunda-feira, 09/12/2013
Ensino Integral

Apresentação de projetos na Mostra Paulista de Ciências empolga alunos do Ensino Integral

Trabalhos de estudantes abordavam várias áreas do conhecimento; evento estimula pesquisa

“Estar na Mostra Paulista me incentiva, porque vejo que tenho capacidade de fazer e conquistar o que eu quero”. Assim como Sidneia Maria Silva, aluna da E.E. João Batista de Oliveira, outros estudantes da rede estadual de ensino participaram da terceira edição da Mostra Paulista de Ciências e Engenharia (MOP), que ocorreu entre 4 e 6 de dezembro, no Museu Catavento, em São Paulo.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A mostra reuniu 62 escolas de todas as redes de ensino, 39 municípios e mais de 120 projetos. A rede estadual de ensino foi representada por 28 projetos de diversas áreas de conhecimento. Todos participaram da I Feira de Ciências, que ocorreu em novembro, em Águas de Lindoia, e reuniu 47 escolas do novo modelo de tempo integral. Foram apresentados 151 trabalhos no encontro, que elegeu aqueles que representarão a rede estadual paulista em eventos científicos no Brasil e exterior.

Para o professor Geraldo Teles de Faria, que leciona na E.E Ilza Irma Moeller Coppio e orientou o grupo do projeto Sinal Verde – o grande vencedor da I Feira de Ciências, que irá para Nova Iorque -, “o fato de os alunos da rede participarem dessas feiras faz com que eles se interessem mais pelas matérias e se estimulem a criar projetos de pesquisa”.

Evento

A MOP é promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI), e objetiva estimular o espírito investigativo, o empreendedorismo e a criatividade de jovens estudantes. “O intuito da MOP é fazer com que o estudante comece a pesquisa científica”, diz Roseli de Deus Lopes, professora da USP e coordenadora da MOP. Saiba mais aqui.

#album[2522]down#