segunda-feira, 15/08/2011
Últimas Notícias

Alunos da rede estadual são selecionados para o Parlamento Jovem 2011

Dos 11 estudantes paulistas selecionados para o Parlamento, dez são de escolas estaduais Os eleitos viajarão para Brasília, entre os dias 26 e 30 de setembro, onde terão a oportunidade de vivenciar o cotidiano de um parlamentar na Câmara dos Deputados O programa é voltado a estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio […]

Dos 11 estudantes paulistas selecionados para o Parlamento, dez são de escolas estaduais
Os eleitos viajarão para Brasília, entre os dias 26 e 30 de setembro, onde terão a oportunidade de vivenciar o cotidiano de um parlamentar na Câmara dos Deputados
O programa é voltado a estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o País

Dez alunos da rede estadual de São Paulo foram selecionados para o programa Parlamento Jovem Brasileiro 2011. Eles estão entre os 77 estudantes de todo o País que viajarão a Brasília entre os dias 26 e 30 de setembro para apresentar e votar projetos de lei de sua autoria.

No total, o Parlamento Jovem Brasileiro 2011 contará com 11 estudantes paulistas, dez deles da rede estadual, sendo dois da capital, um do litoral e sete do interior. Para participar, os estudantes desenvolveram um projeto de lei com tema livre, abordando as áreas de agricultura e meio ambiente; saúde e segurança pública; economia, emprego e defesa do consumidor; educação, cultura, esporte ou turismo.

Entre os alunos selecionados está Ernando Emílio Santos, 16 anos, que cursa o 3° ano do Ensino Médio na Escola Estadual Pastor Paulo Leivas Macalão, localizada na capital. O projeto que desenvolveu estabelece o Programa Nacional de Incentivo à Prática Respeitosa de Convivência Escolar, cujo objetivo é transmitir uma mensagem de respeito por meio de atividades intensivas como palestras e ações pontuais.

“Quero colocar nas escolas, que é onde acontece a formação dos indivíduos, pessoas preparadas, especializadas e que conviveram com violência verbal e física para orientar os estudantes e passar a eles a importância do respeito mútuo”, explica o aluno, que quer transformar crianças e jovens em agentes multiplicadores para levar as orientações para além da escola.

Outro selecionado é Marcos Estevão Marques Saraiva, 17 anos, que cursa o 3° ano na Escola Estadual Professora Zuleika de Barros Martins, também na capital paulista. O projeto do aluno dispõe sobre a obrigatoriedade da existência dos Conselhos Municipais de Juventude e sua composição. Ele defende que o órgão seja obrigatório em todas as cidades brasileiras e que tenham um padrão e uma organização comum.

“Esse conselho promove um diálogo mais direto do poder público com o jovem e auxilia o executivo na elaboração de políticas públicas para a juventude. Minha intenção é regulamentar e otimizar os trabalhos do conselho”, afirma Marcos Saraiva, que pretende ser advogado e tem grandes expectativas sobre a semana.

Criado pela Câmara dos Deputados, o programa é voltado a alunos, com idade entre 16 e 22 anos, do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. Os autores dos melhores projetos são contemplados com uma viagem a Brasília e a oportunidade de participar de uma sessão especial na Câmara dos Deputados, conduzida pelos próprios estudantes, na qual passarão pela experiência de desempenhar as funções de um parlamentar.

Relação dos projetos selecionados

     
Alunos Cidade Escola Estadual Projetos
Adrielli Tolentino Passi Bastos Profª Tsuya Ohno Kimura Dispõe sobre a criação do projeto Melhor Idade
Anderson Barbosa Teixeira Praia Grande Dr. Reynaldo Kuntz Busch Redimensiona e amplia os cursos da educação profissional técnica de nível médio e da educação profissional de jovens e adultos
André Luis Moisés Águas da Prata Prof. Timotheo Silva Dispõe sobre a proibição da distribuição gratuita ou venda de sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais do país
Charleston Gomes Dos Anjos Piracicaba Prof. Paulo de Barros Ferraz Dispõe sobre a implantação do Programa de Atendimento à Segurança nas Escolas Públicas Brasileiras – PASEB
Damiane De Goes Domingues Ibiúna Lino Vieira Ruivo Dispõe sobre a criação de centros de apoio para futuras mães com baixa renda e mães adolescentes
Ernando Emilio Santos São Paulo Pastor Paulo Leivas Macalão Estabelece o Programa Nacional de Incentivo à Prática Respeitosa de Convivência Escolar
Fabricio Marques Tabatinga Abdalla Miguel Dispõe sobre o “Programa de incentivo a compra de livro”
Gabriele da Silva Santos Piracicaba Profª Catharina Casale Padovani Dispõe sobre a inserção de um Profissional no Ensino Médio que oriente e direcione os alunos para ingressar no Ensino Superior
Marcos Estevão Marques Saraiva São Paulo Zuleica de Barros Dispõe sobre a obrigatoriedade da existência dos Conselhos Municipais de Juventude e sua composição
Paulo Ricardo da Silva Moreira Irapuru Prof. José Edson Moyses Proíbe a cobrança pelo uso de sanitários em aeroportos, rodoviárias e shoppings