terça-feira, 25/02/2014
Pais e Alunos

Alunos ganham bolsa de iniciação científica para projeto que monitora áreas de riscos

Os estudantes receberão um auxílio de R$100 por mês e terão oito horas por semana para estudarem

Pesquisa sobre risco de escorregamento de terra e coleta de dados pluviométricos. Esse não é um trabalho apenas para acadêmicos. Dois alunos da Diretoria de Ensino de Caraguatatuba foram contemplados com uma bolsa de estudo de Iniciação Científica, por meio da parceria com o Instituto Geológico e CNPq, sobre monitoramento de áreas de risco.

“Tenho grandes expectativas e sei que essa é uma oportunidade que poucas pessoas têm. Por isso quero aproveitar essa chance e espero que a experiência me abra portas”, conta uma das alunas contempladas com a bolsa, Monique Rosário Conceição.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Durante noves meses, os estudantes receberão um auxílio de R$100 por mês e terão oito horas por semana para desenvolverem uma pesquisa sobre o monitoramento de áreas de risco.

“Eles terão a oportunidade de aprender todo processo científico. Farão pesquisas, colherão dados, farão análises. É mais uma expertise que estão absorvendo e que pode ser uma opção de trabalho no futuro”, acredita a professora e supervisora do projeto, Débora Olivato.

Segundo a supervisora, além do conhecimento acadêmico que irão adquirir com a experiência, o trabalho ainda alertará a população que mora em área de risco, já que a pesquisa será compartilhada com a comunidade.