quarta-feira, 14/04/2004
Últimas Notícias

Alunos e professores de Barretos aprendem Geometria na sala de informática

Uma das disciplinas mais complicadas no currículo dos ensinos Fundamental e Médio, agora ganha nova metodologia com a ajuda de profissionais da Diretoria de Ensino de Barretos. Eles criaram o projeto “Cabri géométre vai à escola” e capacitam professores e alunos com o uso do software Cabri géomètre. O projeto é mais uma atitude criativa […]

Uma das disciplinas mais complicadas no currículo dos ensinos Fundamental e Médio, agora ganha nova metodologia com a ajuda de profissionais da Diretoria de Ensino de Barretos. Eles criaram o projeto “Cabri géométre vai à escola” e capacitam professores e alunos com o uso do software Cabri géomètre. O projeto é mais uma atitude criativa no sentido de desenvolver soluções para uma aprendizagem diferenciada.

Como metodologia nas aulas de geometria, o software permite construir todas as figuras da geometria elementar que podem ser traçadas com a ajuda de uma régua e de um compasso. O aluno monitor e o professor de matemática utilizam a sala ambiente de informática da escola para as aulas.

O curso ensina os conceitos básicos da Geometria, pontos notáveis do triângulo e quadriláteros.

O grupo formado de alunos monitores é bem diverso e contou com a participação de nove alunos distribuídos em várias séries. A intenção foi misturar alunos da 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e Ensino Médio completo, para uma aprendizagem mais efetiva, aproveitando as diferenças entre os níveis de ensino.

Todo o trabalho foi desenvolvido pela Oficina Pedagógica da Diretoria de Ensino de Barretos sob a coordenação da Assistente Técnica Pedagógica de Matemática profª Maria Regina de Oliveira Pereira. A previsão é de que o projeto “Cabri géométre vai à escola” se expanda para todas as escolas da região de Barretos que possuem salas ambientes de informática. “Será um rodízio entre as escolas com o acompanhamento de uma ATP em seu horário de trabalho permitindo troca de metodologias entre professores, alunos monitores e demais estudantes”, disse a coordenadora do projeto.

Serviço:

Público Alvo: Alunos monitores da EE Embaixador Macedo de Morais.

Horário: 8h às 14h

Conteúdo: Projeto: “Cabri géométre vai à escola”

Luciane Salles