sexta-feira, 19/10/2012
Últimas Notícias

Aos 22 e 69 anos, professoras relatam experiências e perspectivas como educadoras

  Duas professoras, duas perspectivas diferentes. Com apenas 22 anos, Renata Marquezini Gabriele começou a dar aulas em escolas estaduais em 2012. Já Emília Zughaib, de 69 anos, segue na profissão de educadora há quase 50 anos. Apesar da diferença de idade, as duas têm em comum o amor pela profissão que escolheram. Conheça a […]

20121018_professoras_620 

Duas professoras, duas perspectivas diferentes. Com apenas 22 anos, Renata Marquezini Gabriele começou a dar aulas em escolas estaduais em 2012. Já Emília Zughaib, de 69 anos, segue na profissão de educadora há quase 50 anos. Apesar da diferença de idade, as duas têm em comum o amor pela profissão que escolheram.

Conheça a página da Secretaria da Educação no Facebook

O que é ser professor? Educadores paulistas respondem com paixão e dedicação

“Eu resolvi ser professora por acaso, pois o meu sonho era cursar direito. Mas não me arrependo de ter mudado a minha posição, porque o magistério me deu muitas alegrias”, revela Emília, que dá aulas na E.E. Marechal Floriano, mas irá se aposentar em breve. Em sentido oposto, a jovem Renata fala sobre a carreira que está iniciando. “Os alunos me perguntam como é possível eu ser tão jovem e já dar aulas. Eu respondo que é possível, pois eu comecei a estudar cedo, entrei na faculdade assim que saí do colégio e me empenhei, porque desde jovem eu já sabia o que eu queria fazer”, relembra Renata, que leciona na E.E. Simão Mathias.

Como é o trabalho de um professor? Ensaio fotográfico mostra a rotina de oito educadores

Mais de 100 mil docentes já foram capacitados pela Escola de Formação de Professores

Assim como Renata, outros nove mil professores ingressaram nas salas de aulas da rede estadual em 2012. Além disso, outros 23 mil docentes estão na mesma faixa etária que a educadora, entre os 20 e 29 anos. Para esses jovens educadores, a veterana Emília deixa um recado, baseado em sua trajetória e experiência incontestáveis. “Eu gosto muito do que eu faço e vou sentir saudade. Então, eu gostaria de deixar uma mensagem para essa turma nova: façam seu trabalho com amor, pois tudo que se faz com amor, torna-se leve”, finaliza.