domingo, 01/11/2020
Sociedade

Aplicativo de alunas de Etec para gestão de Associação de Pais e Mestres vence concurso

Jovens competiram com mais de mil estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio de diversas regiões do Brasil

O projeto Central APM, desenvolvido por três alunas da Escola Técnica Estadual (Etec) Getúlio Vargas, localizada na zona sul da capital, venceu a Start SFB. O trabalho conquistou o primeiro lugar na categoria Ensino Médio na competição virtual de empreendedorismo promovida pelo Sistema Farias Brito de Ensino, que envolveu mais de mil estudantes de diversas regiões do Brasil.

Criado pelas alunas do terceiro ano do curso técnico de Design de Interiores integrado ao Ensino Médio da escola, Gabriela Neres, Giovana Bertazi e Isabelle Pauliuk, o Central APM é um aplicativo móvel de gestão direcionado a otimizar processos e funcionamento de Associações de Pais e Mestres em escolas públicas e particulares. No desenvolvimento do app, o grupo contou com a orientação da coordenadora de Ensino Médio da Etec, Zuleica Ramos Tani.

“Tivemos algumas ideias e percebemos que essa era a mais próxima da realidade na qual estamos inseridas”, explica Gabriela. “Além de ser um projeto economicamente viável, também é uma forma que encontramos de retribuir a educação que recebemos nesses três anos de GV”, completa.

A primeira edição da Start SFB contou com mais de mil participantes. Divididos em 400 equipes, estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio foram desafiados a desenvolver soluções inovadoras para problemas reais.

“Os organizadores do concurso vão nos encaminhar para programas de aceleração de startups para conseguirmos investimentos que nos permitam melhorar a programação do aplicativo. Pretendemos fazer um teste na Etec no ano que vem e expandir para mais clientes em 2022”, projeta Gabriela.

Os vídeos de apresentação dos projetos vencedores de cada categoria podem ser conferidos pela internet.