sexta-feira, 21/02/2014
Professores e Funcionários

Atividades lúdicas ajudam alunos de sala especial a desenvolver novas habilidades

Atualmente, a Secretaria da Educação atende 9.617 alunos com algum tipo de deficiência

“A cada dia eles dão um novo passo. A cada dia consigo perceber como estão se desenvolvendo”. A professora da sala especial da E.E. Professora Hermina Gugliano, Daiana Cristina de Souza, não consegue esconder o orgulho que sente da evolução dos alunos. Os bons resultados vieram com dois projetos desenvolvidos pela educadora.

A professora trabalha, por meio de jogos lúdicos e divertidos, valores como respeito, amizade e amor. “Além do desenvolvimento pedagógico, consigo trabalhar o emocional dos alunos nas próprias brincadeiras. Tudo o que eu posso trabalhar de concreto onde eles podem estar visualizando, pegando e explorando é melhor para o desenvolvimento deles”, conta Daiana.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

O projeto, aplicado em 2013, atendeu cinco alunos com deficiência mental que estudavam na unidade na ocasião.  Atualmente, a Secretaria da Educação atende 9.617 alunos em 1.201 salas de recursos. O espaço atende estudantes com deficiência auditiva, física, intelectual, visual e transtornos globais do desenvolvimento. Nesses casos, o estudante é matriculado em uma classe comum e utiliza a sala de recursos com professor especializado em outro período.

Para Daiana, o trabalho especializado é muito importante para o desenvolvimento do aluno. “No futuro, quero muitos que eles sejam cidadãos do bem, pessoas que saibam respeitar os outros, que saibam amar, que saibam perdoar, que saibam explorar as suas emoções e assumir quando erraram”, finaliza a educadora.