quinta-feira, 21/03/2019
Destaque

Ato ecumênico marca quarta-feira (20) na Escola Raul Brasil

Representantes de instituições religiosas participaram do ato e levaram mensagens de conforto

Cerca de 500 pessoas, entre alunos, funcionários, pais e demais representantes da comunidade escolar participaram nesta quarta-feira (20) de um culto ecumênico na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. A homenagem contou com a participação de líderes religiosos das congregações católica, evangélica, espírita e umbanda.

Na ocasião, o pastor Valter Oliveira, da Comunidade da Graça, ressaltou a comunhão e o amor como forma de vencer a dor e o medo, principalmente dos familiares das vítimas. “Nós estamos aflitos, mas não abandonados; estamos abatidos, mas não destruídos. Avante Raul Brasil, avante familiares e professores. O amor prevalece, o amor vence, o amor venceu”.

Também houve um momento de leitura e reflexão do evangelho e canto de hinos de louvor.
João Antônio, pai do aluno Cleiton Antônio Ribeiro, uma das vítimas fatais, se emocionou ao ouvir o poema escrito pelo filho ser declamado por um colega da escola. “Esse poema vai ficar marcado por toda minha vida. Ele (Cleiton) gostava muito de ler, era muito educado, inteligente, sempre apostei cada gota de suor na educação dele. Como sempre gostou de ciência, o sonho dele era ser médico, ajudar as pessoas”, contou José Antônio. Após o término do ato, em silêncio, todos os presentes deram as mãos e se dirigiram para fora da escola onde ocorreu o abraço simbólico.

O secretário da Educação, Rossieli Soares, também participou das homenagens e ressaltou a prioridade do atendimento psicológicos neste primeiro momento. “Nossa primeira preocupação é com as pessoas, principalmente nesta escola. Nossa prioridade agora é cuidar das pessoas da escola. Na Raul Brasil as intervenções vão além de ter uma escola bonita”, explicou.

Ainda segundo o secretário, está sendo estudada junto com Prefeitura de Suzano a ampliação do atendimento psicológico na Raul Brasil por tempo indeterminado.

Retorno das aulas

Nesta quinta-feira (21) haverá reunião com diretores e professores da escola para definir a data da retomada das atividades pedagógicas. Os procedimentos de segurança nas escolas estaduais estão sendo revisados, mas os desafios da segurança pública vão além. “Estamos fazendo uma série de revisões dos procedimentos de segurança nas escolas, com o apoio de especialistas e do comando da Polícia Militar, mas não é apenas isso. Colocar policial na porta da escola e segurança não resolve essa questão. Em primeiro lugar precisamos cuidar das pessoas e olhar com atenção para o ocorre na sociedade”, explica Rossieli.

Currículo

Disciplinas como habilidades socioemocionais e projeto de vida já fazem parte das discussões da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Na rede estadual de São Paulo os temas são trabalhados de maneira interdisciplinar e a proposta curricular está sendo revisada pelo Conselho Estadual de Educação. “A tragédia ocorrida em Suzano nos dar mais clareza de que precisamos cuidar dessas questões e a rede estadual de São Paulo vai liderar esse processo”, disse Rossieli Soares