segunda-feira, 30/01/2017
Boas Práticas

Aulas de teatro mobilizam estudantes de escola estadual da capital

Atividade é uma das disciplinas eletivas da E.E. Carlos Maximiliano, em São Paulo

“Para mim, o teatro é a representação completa do que você realmente é, eu acho que quando você está em cena, você está mostrando uma parte do que as pessoas não veem diariamente”. A frase do estudante Arthur Queiroz define muito o que é a disciplina eletiva de teatro que acontece na E.E. Carlos Maximiliano, unidade que faz parte do Programa Ensino Integral.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Ministrada pelo professor Francisco dos Santos, as aulas acontecem às sextas-feiras e reúnem alunos de todas as idades e ciclos (Ensino Fundamental e Ensino Médio). No palco, são encenadas coreografias de diversos gêneros artísticos. “Trabalhamos desinibição, além de expressão corporal e vocal. Com isso o aluno vai percebendo a potencialidade que tem”, destaca o educador.

No modelo de Ensino Integral, os professores desenvolvem disciplinas além das que estão na grade do Currículo Oficial do Estado, permitindo com que os alunos escolham em qual desejam participar. “Eu me sinto confortável no teatro porque eu sei que posso fazer o que eu quiser na frente de qualquer pessoa, sem medo do que elas vão achar de mim. O teatro me faz bem”, afirma a aluna Laura Epifanio.

São Paulo terá mais 12 escolas de Tempo Integral em 2017

A rede estadual paulista terá mais 12 escolas de Tempo Integral em 2017. As novas unidades de ensino são de Ensino Médio (1ª a 3ª série) e se juntam às mais de 500 com jornada estendida em todo o Estado. No modelo adotado pela Educação de São Paulo, os estudantes cumprem uma jornada superior a sete horas diárias e professores atuam em dedicação plena com direito à remuneração de 75% sobre o salário base.

Outra novidade para o próximo ano letivo é o apoio do governo federal. Em acordo firmado com o Ministério da Educação (MEC), cada escola receberá R$ 2.000 extras por aluno/ano. Além das novas, o valor também será repassado a quatro que já fazem parte do programa paulista e foram selecionadas para receber a ajuda financeira.

Nas escolas de Tempo Integral, os estudantes se dividem entre as disciplinas da Base Nacional Comum, eletivas, aulas experimentais, projeto de vida, clube juvenil e tutoria. Também merece destaque a estrutura física (com laboratórios e refeitórios) que essas escolas mantêm e são determinantes no aprendizado dos estudantes.

Clique aqui e confira os municípios que serão contemplados com as novas unidades de Tempo Integral.