segunda-feira, 07/12/2020
Idiomas

Caderno de estudos “Aprender Sempre” ganha tradução em quatro idiomas para atender estudantes migrantes e refugiados da rede

O material online, distribuído via QR Code, foi traduzido para garantir a inclusão desta população que não tem o português como primeira língua

Uma parceria entre a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e a Organização Internacional para as Migrações (OIM) possibilita que alunos estrangeiros, que não possuem o português como língua nativa, estudem à distância, neste momento de pandemia, através da tradução do caderno de estudos “Aprender Sempre”.

O material foi enviado via QR Code a mais de 12 mil crianças, jovens e adultos migrantes e refugiados, de mais de 100 nacionalidades, matriculadas na rede estadual de ensino de São Paulo.

A partir de agora, a tradução para espanhol, inglês, francês e crioulo fazem parte do complemento ao oficial em língua portuguesa e servirá de apoio à tarefa dos familiares na rotina de aprendizado. A tradução dos cadernos de ensino em Língua Portuguesa e Matemática, bem como dos suplementos de Orientação às Famílias, Centro de Mídias SP e Cartilha para ingresso na rede estadual foi realizada com o apoio da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Ensino acessível a todos

O material traduzido foi pensado para atender todos os estudantes da rede, nos idiomas mais falados entre os estudantes migrantes internacionais. Mesmo estudantes falantes de idiomas não contemplados na tradução poderão utilizar o material em Inglês ou outra opção de sua preferência, dentre as disponíveis.

A Equipe Técnica do Centro Inclusão Educacional, responsável pelo atendimentos aos migrantes internacionais na rede estadual de ensino do Estado de São Paulo, reitera que estes materiais e orientações serão uma importante ferramenta para auxiliar os estudantes migrantes internacionais a superarem a barreira inicial do idioma, estimulando-os a desenvolverem suas aprendizagens e garantindo cada vez mais sua imersão na língua portuguesa e na cultura brasileira.