• Siga-nos em nossas redes sociais:
quinta-feira, 01/12/2022
Destaque

Centro de Inovação da Educação comemora 2 anos com 18 unidades

Equipamento interligado à rede estadual de ensino democratiza acesso de estudantes e professores à tecnologia e inovação

Com 17 unidades fixas e 1 móvel, investimento de 13 milhões e capacidade de atendimento de 21,6 mil pessoas por dia (1,2 mil pessoas por unidade), o Centro de Inovação da Educação Básica Paulista (CIEBP) comemora dois anos da inauguração do primeiro equipamento na Escola Estadual Professora Zuleika de Barros Martins Ferreira, na zona oeste da capital.

“Os Centros de Inovação incentivam o desenvolvimento de talentos por meio da tecnologia e dão força ao protagonismo juvenil, aos estudantes que querem seguir nesta área. As atividades trabalhadas nestes equipamentos ampliam a visão de mundo dos alunos com novas perspectivas para o futuro”, declara Hubert Alquéres, secretário estadual da Educação.

As unidades do CIEBP são espaços que permitem a criação, o desenvolvimento, a avaliação e a disponibilização de práticas e tecnologias para atenderem aos desafios da educação pública contemporânea. Para tanto, oferece diversas atividades que são desenvolvidas presencialmente em seus espaços, sendo divididas em três modalidades distintas: trilhas formativas, formação de professores e mentorias. Nas suas unidades, os estudantes idealizam projetos, recebem mentoria no hub de inovação, trabalham com cultura maker, programação e robótica. Também utilizam a modelagem 3D para fazer protótipos. O objetivo é o desenvolvimento do protagonismo juvenil no processo de ensino e aprendizagem com atividades “mão na massa”.

“É sempre importante ressaltar que é a primeira vez na história da educação brasileira que temos um centro de inovação tecnológico interligado a uma rede estadual de ensino, em que os estudantes podem idealizar seus próprios projetos, com base em seus projetos de vida, vivenciando novas experiências no que há de mais moderno e inovador no que diz respeito à cultura maker como porta de entrada para o ensino à programação e robótica”, destaca Débora Garofalo, coordenadora do CIEBP. “Nesses últimos dois anos, passamos por muitos desafios ocasionados pela pandemia, mas pudemos consolidar democratização do acesso à tecnologia e inovação por meio da tríade formada pelo Programa Inova Educação e do componente de Tecnologia e Inovação, Expo Movimento Inova e de um equipamento público”, conclui.

Cada equipamento conta com sete espaços distintos, onde são realizadas formações e atividades, ancoradas nas mais diversas metodologias ativas, que vão desde a ideação de projetos utilizando Design Thinking, passando por atividades de programação, Educomunicação e “mão na massa”, até a prototipação.

São 17 unidades fixas em funcionamento no estado: Sorocaba, Capela do Alto, Guarulhos, Catanduva, Araraquara, Jundiaí, Ribeirão Preto, Iguape, São José dos Campos, Itapecerica da Serra, Ilha Solteira, Carapicuíba e outras cinco em São Paulo (uma na zona leste, uma na zona oeste, uma na zona norte e duas na zona sul). Há ainda a carreta CIEBP Presente, que conta com os mesmos equipamentos e funcionalidades das unidades fixas e atende cidades onde não têm um CIEBP físico.

Os agendamentos para as trilhas formativas de todos os Centros de Inovação podem ser feitos pela SED – Secretaria Escolar Digital.

Governo do Estado de SP