quinta-feira, 22/05/2014
Sociedade

Crianças passam por consultas e escolhem óculos em mutirão do Visão do Futuro

Foram atendidas crianças com idade entre 6 e 7 anos matriculados no 1º ano do Ensino Fundamental

Gabriel e Marcos são dois dos mais de cinco mil alunos que passaram, no último sábado (17), pelas consultas gratuitas com oftalmologistas, oferecidas pelo programa Visão do Futuro. Na ocasião, os pequenos descobriram que precisarão usar óculos. “Meu filho veio fazer os exames e o resultado é que ele terá que usar óculos. Estou muito contente, pois ele também já ganhou o óculos, o que é mais uma grande ajuda”, comenta Thieme Borges dos Santos, mãe de Gabriel.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Apenas no último mutirão, foram atendidas crianças de 6 e 7 anos, matriculadas em 235 escolas de 13 Diretorias de Ensino da capital que oferecem o 1º ano do Ensino Fundamental.

A ação tem como objetivo garantir a saúde ocular das crianças. O governador Geraldo Alckmin acompanhou uma bateria de consultas na Santa Casa de Misericórdia, no Centro de São Paulo, e destacou a relevância do programa que atende gratuitamente os alunos. “Esse mutirão é super importante. As crianças vão corrigir um problema de visão que poderia se agravar com o tempo e vão melhorar nos seus estudos. Aqui é feito o exame e, se for detectado algum problema, já é feita a dilatação de pupila. Se precisar de óculos, ele também já é prescrito. A criança escolhe o modelo e recebe na escola”, disse.

Além da Santa Casa, os alunos da rede estadual também foram atendidos pelas equipes médicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, AME Leste – Santa Marcelina, Universidade Federal de São Paulo, Hospital Cema, Instituto Suel Abujamra e Instituto Tadeu Cvintal.

Em abril, outros 3.318 passaram por consultas na primeira avaliação do projeto realizada em 2014. Nos últimos dois anos, a Educação encaminhou 33.096 alunos para a avaliação oftalmológica.