quarta-feira, 20/01/2010
Últimas Notícias

Cinco milhões de alunos voltam às aulas no dia 18 de fevereiro

Até lá, escolas se preparam para receber estudantes com pequenas reformas e pintura Os cinco milhões de alunos da rede estadual de ensino voltam às aulas no dia 18 de fevereiro. Mas, enquanto os estudantes aproveitam o último mês de férias, nas escolas, o trabalho já está a todo vapor para que as unidades estejam […]

Até lá, escolas se preparam para receber estudantes com pequenas reformas e pintura

Os cinco milhões de alunos da rede estadual de ensino voltam às aulas no dia 18 de fevereiro. Mas, enquanto os estudantes aproveitam o último mês de férias, nas escolas, o trabalho já está a todo vapor para que as unidades estejam em perfeitas condições para recebê-los.

O pontapé inicial foi já foi dado, com o lançamento do “Programa Preparação do Ano Letivo” que prevê um pacote de investimentos no valor de R$ 282 milhões e inclui o “Programa Trato na Escola” e a distribuição de kits de material escolar e esportivo, além de livros didáticos.

“Com esse programa, os alunos encontrarão escolas organizadas e condições para o aprendizado durante o ano letivo”, diz o secretário Paulo Renato Souza.

O “Programa Trato na Escola” é um projeto especial que tem como objetivo proporcionar que as escolas comecem o ano novo com cara nova, o que envolve desde a pintura dos prédios, projetos paisagísticos, pequenos reparos até a higienização das unidades.

O investimento neste projeto é de R$ 65 milhões, repassados a toda rede estadual. Parte desta verba segue para as escolas em tintas, corantes, massa corrida, aguarrás e outros materiais. Outra parte é entregue para as Associações de Pais e Mestres (APMs) que recebem R$7,9 mil cada uma e ficam encarregadas de contratar serviços de pintura interna, externa, de quadra e de lousa, podendo também adquirir materiais necessários para realização das obras.

A participação da comunidade na iniciativa já é uma tradição. Todos os anos pais e alunos somam esforços à Secretaria para que a volta às aulas aconteça num ambiente agradável, o que favorece o processo educacional.

Materiais

No início do ano letivo, os cinco milhões de estudantes da rede retomarão os estudos com material escolar novo. Cada aluno receberá gratuitamente um kit composto por caderno, caneta, lápis preto e colorido, apontador, borracha, régua e mochila. Cada kit custou à pasta cerca de R$ 27, totalizando um investimento de R$ 120 milhões. Para adquirir o mesmo material, comprado individualmente em papelarias comuns, os pais teriam de desembolsar até R$ 110.

Além do material de uso pessoal, os alunos também terão livros novos. Para a produção do Caderno do Aluno, material didático elaborado pela Secretaria e distribuído às escolas da rede com os conteúdos das matérias, foram investidos R$ 77 milhões. A cada bimestre os alunos receberão um exemplar por disciplina. Já o “Programa Ler e Escrever”, destinado ao aceleramento da alfabetização das crianças de 1ª à 4ª séries, recebeu reforço de R$ 8,5 milhões para aquisição de novos materiais.

Em 2010, o governo do Estado continua investindo e incentivando a prática de esporte nas escolas que receberam 4.662 kits compostos por um par de traves de futebol, um par de redes para futebol, dois postes de vôlei com duas antenas e um par de redes de vôlei com kit de fixação, bolas de vôlei, futsal, handball e basquete. O investimento é de R$ 11 milhões.