sexta-feira, 23/11/2012
Ensino Integral

Clubes Juvenis despertam espírito de liderança em alunos do Ensino Integral

Liderados por um colega de classe, os estudantes do Clube de Dança da E.E. Vila Albertina, em Campos do Jordão, ensaiam a coreografia que apresentarão para toda a turma no final do ano. Durante as atividades do clube, não há interferência de professores ou gestores. Nesse momento, o comando é todo dos jovens. Assim como […]

20121123_clubes_juvenis_620

Liderados por um colega de classe, os estudantes do Clube de Dança da E.E. Vila Albertina, em Campos do Jordão, ensaiam a coreografia que apresentarão para toda a turma no final do ano.

Durante as atividades do clube, não há interferência de professores ou gestores. Nesse momento, o comando é todo dos jovens. Assim como aconteceu com o Clube de Dança, outros estudantes se uniram para formar o Clube de Xadrez, o Clube de Judô, o Clube de Moda e outros tantos, criados de acordo com seus interesses e aptidões.

Os Clubes Juvenis, um dos diferenciais do programa de Ensino Integral, levam atividades diferentes para dentro da escola e vão além: ajudam a despertar o espírito e liderança nos alunos.

Conheça a página da Secretaria da Educação no Facebook

Professores do Ensino Integral apostam no modelo e falam sobre a rotina escolar

“Os estudantes organizam os clubes, que são liderados por um colega. Isso faz com que eles amadureçam e se comprometam mais com a escola. Dessa forma, eles passam a ser mais responsáveis”, afirma o diretor da unidade de ensino, Mariano dos Santos.

Nas unidades de Ensino Integral, disciplinas eletivas aproximam alunos e escola

As tarefas de coordenar e ajudar os outros estudantes são levadas a sério pelos líderes dos clubes. Para Francisco Luís de Lima, que está à frente do Clube de Judô, é fundamental incentivar o grupo nos estudos. “Nós exigimos que o estudante tenha um bom rendimento escolar para poder participar do Clube. Isso os ajuda a ter força de vontade dentro da sala de aula”, afirma. 

Ensino Integral mostra balanço positivo e será ampliado para o interior

Para o diretor Mariano dos Santos, o empenho dos clubes já surte resultados na escola. “Nós percebemos que, no decorrer do ano, a participação cresceu e o interesse foi maior. Isso é um reflexo da responsabilidade que esses alunos têm”, finaliza.