segunda-feira, 26/03/2018
Foto Divulgação
Boas Práticas

#ConferênciaMeioAmbiente: alunos da rede realizam trabalho de conscientização ambiental

Projetos de sucesso que ajudam o Meio Ambiente servem para motivar os estudantes da rede paulista

O Meio Ambiente clama por socorro. Ajudar o nosso planeta não requer planos elaborados e de difícil execução. Pelo contrário, atitudes simples, como reciclagem de lixo, descarte consciente, plantio de árvores e utilização de transporte alternativo são exemplos de que com um pouco de força de vontade é possível encontrar soluções para diversos problemas. A 5ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente deve acontecer em junho de 2018. Com o pensamento lá na frente, vale relembrar alguns projetos de estudantes da rede estadual paulista que trouxeram melhor qualidade de vida para a comunidade escolar.

Em 2016, na E.E. Professor Tochichico Yochicava, em Suzano, os alunos e as alunas se preocupavam com o desperdício da água. Por meio de sua horta hidropônica, a escola conseguiu economizar o recurso e cultivar alimentos para enriquecer a merenda escolar. “Em média, colhemos 200 pés de alface em 32 dias de plantio, por exemplo. Também plantamos outros tipos de alimentos. Isso varia de acordo com o gosto dos alunos”, afirma Ana Maria Gonçalves Dieguez, diretora da unidade de ensino.

Outro projeto interessante que visa um planeta melhor é o de reciclagem de material descartado, desenvolvido na E.E. Dona Idalina Macedo Costa Sodré, localizada em São Caetano do Sul.

Naquele espaço, os alunos aprenderam a reciclar caixas de leite, transformando-as em sacolas e carteiras para guardar documentos. Para a combinação dar certo foram utilizados barbantes, tesoura e cola. “O aluno sabe que reciclar é importante, sabe que precisa ser feito, mas falta, vez ou outra, o conhecimento sobre como fazer. Por isso fizemos esse trabalho, aliando arte com a sustentabilidade. O objetivo é que os alunos possam desenvolver este conceito”, revela a professora de Artes, Deise Valéria Esteves.

Com a mesma visão do fortalecimento de práticas de sustentabilidade, na E.E. Professor Suetonio Bittencour Junior, em Santos, existe um bicicletário para uso dos alunos. A ação possibilita que os estudantes façam o trajeto de casa até a escola de bicicleta contribuindo com a diminuição de emissão de carbono na atmosfera.

O uso da bicicleta contribui para uma cidade mais limpa. “Essa consciência tem que ser adquirida agora na formação destas crianças e nós os estimulamos e alertamos sobre os cuidados quando eles pedalam na rua”, disse Marcia Fátima de Oliveira, diretora da unidade, em 2016.

Quebrando as barreiras dos portões da escola, alunos se mobilizaram para fazer o plantio de árvores no estorno da E.E. Mario Manuel Dantas Aquino. “Antes eu pensava, ‘ah, é só uma árvore. Ela está ali só de enfeite’. Mas, a realidade é que você não pode chegar lá e desmatar, pois ela tem o papel dela”, comenta o aluno Carlos Henrique da Silva.

“O plantio traz oportunidades, não só para a gente de conhecer a natureza, mas para a comunidade. Plantando árvores, a gente ajuda o Meio Ambiente, com a manutenção da camada de ozônio, por exemplo, explica Ana Beatriz Henrique dos Santos, também aluna da Mario Manuel Dantas Aquino. As mudas foram doadas, na época, pela Secretaria de Administração Penitenciária.

Todas as ações acima fizeram parte do movimento #HoraVerdeSP, realizado no ano passado. Na rede estadual paulista, são inúmeras as ações voltadas para a preservação do Meio Ambiente.