terça-feira, 14/12/2021
Ensino Integral

Com mais de duas mil escolas de ensino integral confirmadas para 2022, Educação SP inicia formação em Ribeirão Preto

Em 2012, eram 16 PEIs. No próximo ano letivo, serão 2.050

Nesta semana, nos dias 13, 14, 15 de dezembro, o Programa Ensino Integral (PEI) reúne mais de 2 mil servidores da rede estadual e inicia formação em Ribeirão Preto (SP). Destinada ao aperfeiçoamento de dirigentes, supervisores de Ensino, diretores de núcleo pedagógico, professores coordenadores de núcleo pedagógico (PCNPs) e Diretores das Escolas PEI de todo o Estado.

A abertura oficial contou com as presenças do Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, e da Coordenadora da Efape (Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação do Estado de São Paulo), Bruna Waitman. No discurso, Rossieli Soares destacou o avanço da proposta em todo o Estado e a qualidade do serviço ofertado. “Em 2012, eram 16 escolas com modelo de ensino integral. Hoje, são 2.050 escolas confirmadas para o próximo ano letivo. Houve um salto substancial a partir de 2019. Eram 364 até 2018. São escolas com melhores resultados de crescimento, com mais qualidade”, disse.

O Secretário comentou os pontos positivos do modelo e do processo formativo. “No PEI, conseguimos oferecer um processo de formação humana mais completo com os nossos estudantes. Aumentar o número de escolas é importante, mas a qualidade não pode ser perdida. Por isso, momentos como esses são fundamentais, com troca de informações, conhecimentos e experiências entre os nossos servidores. Além disso, discutirmos os próximos passos e trazer novidades, como mais investimentos na Educação, através do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), e a formação contínua e mensal durante 2022, sobretudo neste momento da pandemia, de retomada das aulas presenciais, que tem sido um grande sucesso”, emendou.

Desenvolvimento integral

Depois dos discursos de boas-vindas, a programação desta segunda-feira contou com uma dinâmica, informações detalhadas sobre a agenda das formações, estruturas e metodologias da proposta, além de um debate sobre ‘Como começar o ano em uma escola PEI?’.

“Certamente, será uma formação muito proveitosa, já que todos atuarão em suas Diretorias de Ensino como multiplicadores da garantia da qualidade do programa, que vai impactar diretamente o desenvolvimento dos nossos estudantes”, analisa Bruna Waitman.

Ex-aluna da rede estadual, Kate Abreu, gestora do PEI, se disse “lisonjeada” em coordenar o programa e vivenciar o poder transformador da educação. “É desenvolvimento pleno dos nossos estudantes, com mais oportunidades, dentro desse formato inovador, que tem gerado muitos benefícios, sobretudo àqueles estudantes mais vulneráveis”, pontua.

A dirigente anfitriã, Marcela Aleixo, enalteceu o crescimento do PEI na região. “Em 2014, eram apenas duas escolas. E já sentimos a oportunidade para todos. Agora, nesta gestão, passamos de 13 para 27 escolas. Esse aumento é fruto de engajamento de toda a nossa comunidade escolar, visto o benefício para cada aluno, para cada família atendida. Este evento coroa todo esse esforço para conscientizar a população sobre a importância do estudo e da escola”.

Nesta terça, entre outros pontos, a formação vai abordar variados instrumentos de gestão e modelos pedagógicos, como Plano de Ação e Método de Melhoria de Resultados, Programa de Ação Guias de Aprendizagem, Avaliação de Desempenho, Eletivas, Orientação de Estudos Clubes Juvenis, Líderes de Turma, Protagonismo Juvenil e Sênior. Na quarta, estarão em pauta Acolhimento, Projeto de Vida, Projeto de Convivência, Tutoria e Práticas Experimentais.

Saiba mais

Criado em 2012, o PEI potencializa a melhoria da aprendizagem e o desenvolvimento integral dos estudantes, nas dimensões intelectual, física, socioemocional e cultural, por meio de um modelo pedagógico articulado a um Modelo de Gestão. São trabalhadas práticas pedagógicas, como Tutoria, Nivelamento, Protagonismo Juvenil com Clubes Juvenis e Líderes de Turma, além de componentes curriculares específicos, como Orientação de Estudos e Práticas Experimentais, que potencializam a formação integral do estudante a partir do seu projeto de vida.

Confira a relação completa das escolas PEI para 2022 (clique aqui)

Atualizado em 14 de março, às 10h30