quinta-feira, 06/06/2019
Cursos para professores

Começa hoje (06) o processo seletivo do projeto Líderes Públicos

Processo visa formar e selecionar 34 dirigentes para Diretorias Regionais de Ensino do Estado

A partir desta quinta-feira (06), o projeto Líderes Públicos dá início ao processo seletivo para 34 dirigentes de diversas Diretorias de Ensino. Lançado ainda neste ano, a iniciativa visa formar e selecionar líderes e gestores na rede pública com critérios claros e racionais de avaliação, uma forma de implantar um modelo profissional de gestão de pessoas no setor público.

Inscreva-se na página do projeto. Basta clicar no campo “Inscrições”

A principal ideia do programa é formar líderes e gestores com aptidão e conhecimento para gerir pessoas, como explica o secretário Rossieli Soares. “O mais difícil na gestão é a gestão de pessoas. Ter uma relação próxima com professores e diretores é o primeiro passo para implementar mudanças e melhorias na escola. Queremos um modelo de gestão que valorize o que já está estabelecido e que foque no compromisso, no resultado e nas competências que queremos”.

Diretorias de Ensino envolvidas no processo seletivo

CAPITAL INTERIOR
Centro-Oeste Adamantina José Bonifácio
Leste 1 Americana Limeira
Leste 2 Araçatuba Lins
Leste 3 Araraquara Marília
Sul 1 Birigui Miracatu
Sul 2 Bragança Paulista Pindamonhangaba
GRANDE SÃO PAULO Campinas Oeste Pirassununga
Mauá Capivari Presidente Prudente
Mogi das Cruzes Itapeva Ribeirão Preto
Osasco Itararé São José dos Campos
Suzano Jacareí São Roque
Jales Sumaré

 

O processo seletivo é dividido em oito etapas: há uma análise curricular, na qual o profissional deve refletir sobre suas motivações pessoais e profissionais para participar da seleção, e depois uma análise de referência profissional, no qual o histórico do profissional será verificado. Depois, o inscrito passa por um teste de perfil, feito numa ferramenta online, que reflete e pondera características da personalidade de cada um.

Há também uma pesquisa de crenças, entrevista de mapeamento de competências, uma avaliação de ação de melhoria do Ideb e duas entrevistas: uma com um especialista do governo e outra com um gestor direto. Todos são processos claros e com critérios, no qual o participante é exposto a situações-problema que ajudam a clarear sua personalidade e suas crenças.

“O gestor precisa ter uma agenda muito bem definida, começando pela base, material didático, conjunto de ações a serem tomadas. É com esse olhar que o programa Líderes Públicos começa. Uma boa gestão lida com pessoas e trabalha pela educação pública de qualidade”, cita o secretário executivo Haroldo Rocha.

Outro ponto abordado pelo projeto Líderes Públicos é a valorização dos profissionais da rede. Assim como o questionário de Boas Práticas, o projeto visa escutar o que já vem sendo feito de positivo na rede e amplia as perspectivas do professor ou diretor que faz a diferença em sua escola. “Queremos trazer para toda a rede o que já vem acontecendo de bom em vários lugares do estado, além de desenvolver habilidades fundamentais para os estudantes”, explica Caetano Siqueira, coordenador do COPED.

Esse objetivo está dentro do Inova Educação, nova política educacional lançada em 2019 e que visa aproximar o estudante da escola, propondo uma formação mais humana e conectada com o estudante. O primeiro passo é a formação de líderes mais empáticos com esse jovem, o que segundo Bruna Waitman, Gestora de Educação Integral na COPED, é um desafio frente às mudanças da sociedade. “Estamos conversando sobre quais os desafios, como mediamos conflitos e quem são os jovens fora da escola. O que eles querem para a vida e como a escola pode ajudar nisso”, pontua.

O processo seletivo do projeto Líderes Públicos acontece até dia 28 de junho e é feito apenas via internet.