terça-feira, 24/09/2019
Boas Práticas

Como a rede se mobiliza pelo Setembro Amarelo

Unidades do Centro Paula Souza de diversas regiões do Estado desenvolvem atividades, como palestras e rodas de conversa para orientar a comunidade acadêmica

O mês de setembro marca a importância de conscientizar sobre prevenção ao suicídio, mas a data vale o ano inteiro. Por isso, diversos setores da rede estadual estão se mobilizando para aderir ao Setembro Amarelo e realizar ações de conscientização que tenham impacto permanente nos estudantes de mais de 70  Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) de São Paulo.

Na Etec Prof. Eudécio Luiz Vicente, de Adamantina, localizada na Região de Presidente Prudente, as atividades do Setembro Amarelo começaram cedo. Desde 30 de agosto, durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat), estudantes assistiram às palestras sobre diversos assuntos relativos ao tema.

Além de depressão e prevenção, houve orientações sobre como dar apoio a pessoas afetadas por um suicídio: pais, filhos, irmãos, familiares, amigos e colegas de estudo ou trabalho, entre outros. Estudantes da classe descentralizada de Junqueirópolis, administrada pela Etec, também participaram do evento. “As ações realizadas em nossas unidades escolares têm por finalidade sensibilizar a comunidade escolar sobre os sintomas que antecedem o suicídio”, explica a coordenadora de projetos de Psicologia do Centro Paula Souza (CPS), Rosemeire Ferraz.

Outras ações povoam a rede

Rodas de conversa, divulgação sobre o trabalho do Centro de Valorização da Vida (CVV), palestra sobre cyberbullying e cuidados com conteúdos postados nas redes sociais estão entre as atividades programadas pela Etec Albert Einstein, na zona norte da Capital. Destaque para o “correio elegante”, que incentiva a troca de gentilezas entre os colegas.

Em outra Etec da Capital, a Santa Ifigênia, no Centro, professores do curso técnico de Cozinha distribuíram para todos os estudantes da unidade um bolo de sorvete composto de alimentos ricos em triptofano, substância que aumenta os níveis de serotonina no organismo, promovendo a sensação de bem-estar e aumentando a sensação de felicidade.

O blog Inquietude Fatecana das estudantes Isabela Viana e Nariane Falla, da Fatec Tatuí, entrou no ar no início do mês. Com páginas também no Facebook e no Instagram, trata-se de um canal de comunicação entre os estudantes e o Juntos, grupo de apoio psicopedagógico da unidade. “Infelizmente, para muitos o suicídio ainda é visto como uma espécie de fraqueza de conduta ou de personalidade, desconsiderando os problemas de saúde mental”, explica a estudante Nariane Falla.

O canal tem como intuito divulgar para os estudantes da rede e para suas famílias a importância da data, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro. Ainda assim, a ideia de conscientizar ultrapassa a data e vale para o ano inteiro.