segunda-feira, 15/08/2016
Pais e Alunos

Confira quais são os autores que mais caem na prova do Enem

Carlos Drummond de Andrade e Machado de Assis caem bastante na avaliação nacional

As provas do Enem 2016 (Exame Nacional do Ensino Médio) já tem data marcada para acontecer: 5 e 6 de novembro. Até lá, os estudantes do Ensino Médio têm muito tempo para se preparar para a maior avaliação de ensino do Brasil. 

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Por isso, a Educação, por meio do site Guia do Estudante, selecionou os autores que mais caem no Enem. Confira a lista:

Autores relacionados ao modernismo: no Enem caem muitas questões relacionadas ao modernismo. Então é importante estudar bastante autores como Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Guimarães Rosa, Manuel Bandeira ou Oswald de Andrade. Também caem conceitos sobre a Semana da Arte Moderna, de 1922.

Realismo e romantismo: todos os anos pelo menos uma questão sobre autores de realismo ou romantismo cai na avaliação nacional. Portanto, fique atento à história de Machado de Assis, Aluísio de Azevedo, entre outros.

Estes movimentos têm sido cada vez menos frequentes na prova, mas é sempre bom ficar atento e estudá-los, afinal, melhor prevenir do que remediar, não é?

Simbolismo e literatura contemporânea: outro movimento que costuma cair na avaliação é o simbolismo. Por isso, fique ligado em autores como o poeta Cruz e Sousa, Cecília Meireles ou Augusto dos Anjos. Também é importante estudar autores contemporâneos como Rubem Fonseca e Luiz Fernando Verissimo, referências no segmento.

Plataformas de preparação para o Enem

Os alunos do Ensino Médio que irão fazer o Enem nesse ano ganharam uma nova ferramenta de preparação para a avaliação nacional. Trata-se da “Hora do Enem”, plataforma online que reúne um conjunto de ações, como simulados e vídeoaulas sobre o Enem. Saiba mais aqui.

Além disso, a Educação oferece, por meio da Escola Virtual de Programas Educacionais (Evesp), o Cursinho Pré-universitário, plataforma interativa que utiliza a linguagem de games e aulas compostas por vídeos, além de simulados e questões e temáticas que caíram nos principais vestibulares realizados nos últimos 10 anos, como USP, Unicamp e Unesp e também do Enem. A plataforma é dividida por área de conhecimento e pode ser acessada por estudantes a partir da 1ª série do Ensino Médio.