segunda-feira, 26/05/2014
Professores e Funcionários

Cores da Copa do Mundo ocupam espaços das escolas na rede estadual de ensino

Torneio Mundial mudou o calendário da rede e férias começam no dia 12 de junho

As cores verde e amarelo já ocupam as mais de 5 mil escolas da rede estadual. Faltando apenas 20 dias para a Copa do Mundo, as unidades decoraram os espaços para fazer os alunos entrarem no clima do Mundial. Os jogos também marcam o início das férias, antecipadas para 12 de junho.

A reorganização do calendário mantém a garantia dos 200 dias letivos previstos em lei e nenhum prejuízo curricular aos estudantes, já que o início das aulas também ocorreu mais cedo, em 27 de janeiro.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A Secretaria já definiu que alunos, professores e servidores da rede estadual terão uma semana de recesso entre os dias 13 e 19 de outubro.

O planejamento foi feito pela Coordenação de Gestão da Educação Básica (CGEB) para que a presença dos alunos em sala de aula não fosse afetada pelo evento e também para colaborar na organização dos setores públicos e privados na oferta de serviços e diminuição do trânsito, por exemplo.

Copa do Mundo no currículo da rede

No primeiro semestre, a Copa do Mundo no Brasil se transformou em uma oportunidade de aprendizado na rede estadual paulista. A proposta foi levar o maior campeonato de futebol para sala de aula e possibilitar que esteja presente nas mais diferentes disciplinas, inclusive como estratégia em ações que visam aproximar ainda mais a comunidade da rotina escolar.

Um dos exemplos é o currículo do Estado de São Paulo, unificado em todas as mais de 5 mil escolas estaduais. Nele está previsto que aulas de Educação Física trabalhem atividades sobre princípios táticos e técnicos do futebol, além de aspectos como o “papel do torcedor”, “fair play”, “transmissão pela tevê”, “a história da Copa” e “futebol de várzea” para ampliar os conhecimentos dos alunos também sobre a teoria do esporte. Todos os tópicos são trabalhados em sala de aula.

Para saber mais, acesse a intranet da Educação