quinta-feira, 12/09/2019
Ensino Médio

Cursinho da Unesp comemora vinte anos ajudando estudantes da rede pública

Iniciativa ligada à Universidade Estadual Paulista em Bauru ajuda jovens sem condições de custear um cursinho particular

As inscrições para o vestibular 2020 da UNESP já estão abertas, e um tradicional projeto em Bauru irá, de novo, ajudar estudantes de escolas públicas a realizar o sonho de se tornarem universitários.

Faça a inscrição para a Unesp 2020

O curso pré-universitário gratuito Primeiro de Maio, que também é um projeto de extensão vinculado à Unesp,  completa vinte anos buscando alunos sem condições de custear um cursinho particular na tarefa de ingressar na universidade pública, além de possibilitar o acréscimo profissional para os participantes (professores, funcionários e coordenação) – na maioria, graduandos da Unesp.

Ao todo, 130 estudantes da iniciativa foram aprovados em vestibulares em 2018. Nesse ano, trinta estudantes que fizeram o cursinho foram aprovados em alguma graduação. “Tivemos muitas aprovações e é muito bacana ver nossos alunos aqui dentro. Isso mostra que estamos fazendo um trabalho muito bom com os professores e a coordenação”, salienta a auxiliar pedagógica do cursinho, Amanda Novaes Rosa.

Acesse a página do cursinho

Desde 2018, o cursinho adota, como a Unesp, um sistema de reserva de vagas para estudantes que se autodeclararem negros: 20% das nossas vagas serão destinadas aos alunos. A medida é adotada com a finalidade de tornar este espaço um local mais inclusivo e representativo para continuar a missão do projeto.

Aos 17 anos, o aluno Thierry Oliveira se divide entre o trabalho e o estudo. O maior objetivo do jovem é cursar Jornalismo em uma universidade pública, objetivos que o cursinho vem ajudando a cumprir. “O cursinho mudou a minha vida em termos de conteúdo e mesmo na vida pessoal. Aqui, eu consegui adquirir senso crítico e também me formar como pessoa”, afirma.

Ana Julia Nascimento, de 18 anos, deseja concorrer uma vaga em Ciências Sociais e conheceu o cursinho pela internet. Além dos estudos, o cursinho ajuda ela a fazer amigos. “Tenho como exemplo muitos amigos meus, que já passaram na Unesp, USP e em universidades federais. Com certeza, isso ajuda muito”, ressalta a estudante.

Quem já se formou também compartilha boas experiências. Ester Caroline Silva cursa o primeiro ano de Jornalismo na Unesp e sempre estudou em escola pública. Aos 15 anos, ela foi aprovada no Vestibulinho, em uma Escola Técnica Estadual (Etec), e cursou o Ensino Médio paralelamente ao Técnico em Administração.

No último ano, a aluna conciliou as atividades com as aulas noturnas e obteve sucesso. “Foi muito importante ter um cursinho público porque eu não tinha condições de pagar. São alunos da Unesp que já estão treinando para lecionar e ajudam pessoas que ingressarão na universidade”, comemora.