terça-feira, 30/08/2011
Últimas Notícias

Curso de arte contemporânea para professores da rede recebe inscrições

A iniciativa pretende aproximar os docentes dos referenciais artísticos da mostra “Em nome dos artistas – Arte contemporânea norte-americana na Coleção Astrup Fearnley”, em cartaz em São Paulo a partir de 30 de setembro O curso “Tão Perto, Tão Longe II – Entrelaces com o Currículo de Arte”, destinado a professores da disciplina de arte […]

A iniciativa pretende aproximar os docentes dos referenciais artísticos da mostra “Em nome dos artistas – Arte contemporânea norte-americana na Coleção Astrup Fearnley”, em cartaz em São Paulo a partir de 30 de setembro

O curso “Tão Perto, Tão Longe II – Entrelaces com o Currículo de Arte”, destinado a professores da disciplina de arte da rede pública estadual de ensino, está com inscrições abertas até a próxima terça-feira (06/09). A iniciativa tem como objetivo aproximar os docentes de diferentes linguagens da arte contemporânea e seus conceitos, assim como dos referenciais artísticos que integram a exposição “Em nome dos artistas – Arte contemporânea norte-americana na Coleção Astrup Fearnley”.

A mostra estará em cartaz no Pavilhão da Bienal, no Ibirapuera, de 30 de setembro a 4 de dezembro. Ao todo, serão exibidas 219 obras do acervo do Museu de Arte Moderna Astrup Fearnley, de Oslo, na Noruega. O diretor do museu, Gunnar Kvaran, assina a curadoria da exposição, que conta com a participação dos artistas Jeff Koons, Matthew Barney, Richard Prince e Cindy Sherman, entre outros.

O curso é oferecido pela Secretaria de Estado da Educação, por meio da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas (Cenp) e da Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores “Paulo Renato Costa Souza”, em parceria com a Fundação Bienal de São Paulo. Os interessados podem inscrever-se gratuitamente por meio do formulário de pré-inscrição disponível no site do órgão.

O conteúdo será ministrado em oito módulos a distância e um encontro presencial, somando carga horária de 30 horas. O curso abordará ainda o currículo de arte da rede pública estadual em uma prática reflexiva do ensino da arte.

Podem participar do curso professores de arte da rede pública estadual e diretores de escola com graduação em arte. Ao todo serão oferecidas três mil vagas. Se a quantidade de interessados ultrapassar esse número, a equipe gestora avaliará a possibilidade de ampliar o número de participantes. A lista final de inscritos será divulgada no site do curso, após o término das inscrições.

“O curso traz a possibilidade de os professores da rede aprofundarem seus conhecimentos sobre arte contemporânea a partir dos eixos conceituais que desenvolvemos para a aproximação das obras da exposição, em um diálogo com a sala de aula”, afirma Stela Barbieri, curadora educacional da Bienal de São Paulo.

Para receber o certificado do curso, o professor deve comparecer ao encontro presencial e obter em cada módulo, no mínimo, 80% de participação com conceito satisfatório, considerando-se o quadro de avaliação descrito no regulamento disponível no site. Os certificados serão emitidos pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores “Paulo Renato Costa Souza”.