terça-feira, 14/08/2018
Ensino Médio

Cursos profissionalizantes estão com inscrições abertas para alunos da capital

Instituto da Oportunidade Social (IOS) oferece cerca de mil vagas gratuitas nas áreas de Administração e Tecnologia

Jovens e pessoas com deficiência que desejam ingressar no mercado de trabalho podem se profissionalizar com os cursos do Instituto da Oportunidade Social (IOS). São quase mil vagas disponíveis para o segundo semestre de 2018 voltadas para área de administração e tecnologia.

Através da parceria com a Secretaria de Estado da Educação, alunos da rede podem se cadastrar e concorrer aos cursos gratuitos. O programa envolve as Diretorias de Ensino da capital e de Carapicuíba, Itapevi e Diadema.

“É uma parceria que dá resultado. O aluno pode escolher o melhor horário para fazer o curso, sem interferir no horário de suas aulas”, afirma Luciene Santana, executiva pública do Centro de Projetos Especiais da CGEB, órgão vinculado a pasta.

De acordo com ela, esta parceria é de extrema importância, uma vez que cabe ao Governo do Estado apenas divulgar a ação. Enquanto isso, a organização sem fins lucrativos oferece o curso, material didático e uniforme a custo zero.

“Acreditamos que a formação profissional é o caminho para ajudar os jovens a buscar uma melhor oportunidade no mercado de trabalho e reverter esse cenário de desemprego. A missão do IOS é preparar e qualificar esses jovens para transformar essa realidade e o futuro de muitas famílias”, ressalta a gestora do IOS, Alecsandra Neri.

Gestão Empresarial

Até a próxima segunda-feira (20), o Curso Gestão Empresarial está com 700 vagas abertas para estudantes entre 15 e 24 anos e pessoas com deficiência física, visual parcial ou auditiva a partir de 16 anos. A disciplina inclui conceitos administrativos com aulas práticas no software, Educação Digital, Cidadania, Matemática, Comunicação e Expressão.

A inscrição deve ser feita pessoalmente em uma das unidades do IOS em São Paulo (Jardim Ângela, Pirituba, Itaquera ou Santana) com os documentos necessários:

  • RG e CPF do aluno;
  • CPF dos pais ou responsáveis;
  • Comprovante de Escolaridade;
  • Comprovante de Residência (conta de água, luz e telefone – levar as três);
  • Comprovante de Renda de todos os moradores da residência
  • Para pessoas com deficiência devem levar laudo médico atualizado

Tecnologia da Informação

O curso “Talentos do Futuro em TI” oferecerá 291 vagas com inscrições até o próximo dia 27 de agosto. Destinado a jovens de 17 a 29 anos e pessoas com deficiência (física, visual parcial e/ou auditiva), as aulas têm duração de 10 meses e carga de 630 horas. O cadastro deve ser realizado pessoalmente somente nas unidades de Santana, na zona Norte de São Paulo e Itaquera, na zona Leste.

Com o curso, os alunos poderão conhecer diferentes áreas de tecnologia, como Infraestrutura e Redes, Implantação de Software e Programação Web. O projeto tem como objetivo facilitar a carreira do jovem em TI para melhores oportunidades sociais, como indicação para emprego, vagas no ensino superior ou cursos técnicos e orientação para empreendedorismo.

Participação dos alunos da rede

A formação profissional é um caminho para auxiliar os jovens de hoje a buscarem melhores oportunidades no mercado de trabalho. Com essa proposta do IOS, muitos deles têm a chance de se qualificar para diferentes áreas de atuação.

Em 2017, o número de participantes no projeto foi maior na zona Norte da capital. Segundo Norival Carvalho Ramos, PCNP de história do Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino Norte 1, o resultado se deve à intensa divulgação dos cursos nas escolas da região.

“Atualmente, todas as nossas escolas estão cadastradas no IOS, porque insistimos para que os alunos participassem. O curso também é importante para reforçar o estudo visto em sala de aula. Isso, sem dúvida, melhora o comportamento do jovem”, comenta.

A Diretoria de Diadema também esteve entre as mais participativas do programa. “Como são voltados para o mercado de trabalho, são importantes para abrir muitas portas. A divulgação é necessária para que todos se beneficiem de oportunidades como estas”, complementa Aline Forti, PNCP de educação especial da Diretoria de Ensino de Diadema.

Para mais informações sobre o projeto, basta clicar aqui.