terça-feira, 07/07/2020
Boas Práticas

Dia Mundial do Chocolate: Escola em Socorro promove eletiva de empreendedorismo com a iguaria

Alunos da escola estadual Helena José Bonfá produzem alimentos e aprendem a calcular gastos e lucro

O Dia Mundial do Chocolate é celebrado hoje, 7 de julho e no município de Socorro, alunos da escola estadual Helena José Bonfá já estão preparados para celebrar a data. Isso porque eles aprenderam a desenvolver doces a partir da iguaria na aula eletiva, disciplina introduzida este ano em toda a rede estadual.

A eletiva com o tema empreendedorismo surgiu do próprio desejo dos estudantes da escola de zona rural que, inspirados por uma professora que fabrica trufas, também escolheram o chocolate como matéria prima. Agora mesmo em casa, os estudantes fabricam trufas, bombons e até mesmo pães recheados de chocolate.

“Durante a pandemia combinamos de realizar a eletiva na sexta-feira, pois assim os estudantes têm o final de semana para confeccionar seu produto. Eu mando um vídeo pelo WhatsApp, e é por essa ferramenta que trocamos ideias, dúvidas e eles me enviam as fotos do que fizeram. Com o vídeo à disposição eles podem fazer a receita, inclusive com o auxílio dos familiares”, relatou a professora Maria Inês Specie que leciona a eletiva.

Além da fabricação na aula, os alunos aprendem a calcular o lucro que pode ser obtido com a venda dos doces analisando o preço para a produção e o valor de cada venda e também fazem pesquisas de mercado para decidir qual o melhor produto, “Esse tema pretende desenvolver nos estudantes organização, capacidade de planejar, curiosidade para aprender, tendo foco e persistência para alcançar os objetivos e metas para ter seu próprio negócio”, explicou a professora.

A estudante do 9º ano do ensino fundamental Beatriz Santos de Moraes aproveitou as aulas para unir conhecimento com sua paixão pela cozinha, “Eu gosto muito de cozinhar, então quando soube que na eletiva de empreendedorismo também iríamos produzir alimento, me interessei. Gosto de participar das aulas e de dar orgulho para meus professores” afirmou.

Já para a aluna Letícia Gabrieli da Silva Souza, do mesmo ano, a eletiva servirá de base para montar o seu próprio negócio. A sua mãe já é confeiteira, mas ela tem o sonho de ser fotógrafa. “O que mais me atraiu para a eletiva de empreendedorismo foi minha paixão por fotografia, quero usar essa disciplina para me orientar a ter meu próprio negócio”.