quinta-feira, 06/07/2017
Crédito: A2 Fotografia / Daniel Guimarães
Pais e Alunos

#DicaDaSemana: MASP convida professores para visita monitorada

A programação visa ampliar as abordagens nos estudos e no planejamento pedagógico

Professores e educadores da rede estadual, o MASP (Museu de Arte de São Paulo) oferece uma programação especial para vocês no mês de férias. De hoje (6) até a próxima terça (11) é possível participar da visitação monitorada à exposição “Toulouse-Lautrec em vermelho”. A mostra fica em cartaz até o dia 1 de outubro e tem como pano de fundo obras de um expoente do impressionismo francês, o pintor Henri de Toulouse-Lautrec (1864-1901). Clique aqui e tenha acesso a mais informações.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

As visitas para professores e educadores têm como principal objetivo apresentar os ciclos expositivos e permitir uma ampliação das possibilidades de abordagem em seus estudos e planejamentos pedagógicos. No MASP, as visitas com grupos escolares são realizadas pelos próprios professores, de modo a estimular uma atuação independente e fortalecer a preparação das visitas e os seus desdobramentos na escola.

A atividade é gratuita e para se cadastrar basta enviar um e-mail para agendamento@masp.org.br, informando nome completo, nome da instituição em que trabalha, público com o qual atua e telefones.

Sobre a exposição

O MASP apresenta a mais ampla exposição dedicada ao artista no Brasil, abarcando toda a sua produção, desde os primeiros anos, na década de 1880, até o fim de sua vida, e reunindo 75 obras e 50 documentos.

Toulouse-Lautrec em vermelho faz alusão ao salão de entrada de uma luxuosa maison close parisiense, que o artista frequentou nos anos 1890 e onde criou uma relação de amizade com as mulheres que ali trabalhavam. Extrapolando os interiores do salão vermelho, a exposição traz uma profusão de personagens — burgueses, boêmios, trabalhadores, dançarinas e artistas que conviviam em Paris e que fizeram parte do círculo afetivo e artístico de Toulouse-Lautrec.

Estarão presentes algumas das obras mais conhecidas de Toulouse-Lautrec, como “Moulin de la Galette” (1889), além de vários cartazes que o artista criava sob encomenda para divulgar os espetáculos de dança e eventos dos cabarés ou ainda gravuras para peças de teatro e retratos de atores e atrizes.