sexta-feira, 19/08/2011
Últimas Notícias

Educação de Jovens e Adultos fará parte do Pacto Brasil sem Miséria assinado nesta quinta-feira em São Paulo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, recepcionou a presidente Dilma Rousseff no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, nesta quinta-feira (18/08), para a assinatura do Pacto Brasil Sem Miséria. Também estiveram presentes os outros três governadores da região sudeste, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o secretário de Estado da Educação, Herman Voorwald. […]

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, recepcionou a presidente Dilma Rousseff no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, nesta quinta-feira (18/08), para a assinatura do Pacto Brasil Sem Miséria. Também estiveram presentes os outros três governadores da região sudeste, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o secretário de Estado da Educação, Herman Voorwald.

No País há 16 milhões de pessoas, segundo a presidente, “dispersas em áreas remotas do território nacional” que vivem com renda familiar abaixo de R$ 70 mensais. Para participar do pacto, os Estados do sudeste irão unificar seus programas sociais ao Bolsa Família, do governo federal, e terão a participação da iniciativa privada, especialmente as concessionárias de energia elétrica e a Associação Brasileira de Supermercados.

Na área da educação, Geraldo Alckmin afirmou que vai contribuir com a iniciativa por meio da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e do Ensino Técnico. “Com a EJA, os cidadãos podem estudar e conquistar os diplomas de Ensino Fundamental e Médio e, desse modo, fortalecer a agenda de emprego e renda das suas famílias”, declarou.

“A EJA permite que jovens e adultos que não tiveram possibilidade de formação, possam ter essa chance por meio do programa oferecido pela secretaria”, disse o secretário de Estado da Educação, Herman Voorwald.

As aulas são dispostas de modo a auxiliar os estudantes que trabalham. “Essa flexibilidade de locais e horários permite aos alunos conciliar as aulas com o período de trabalho, o que facilita e os estimula a participar do projeto”, afirma o secretário.

Herman Voorwald falou também sobre o seu sentimento ao presenciar uma formatura de estudantes da EJA. “Foi emocionante ver pessoas de idade recebendo o diploma, que não conquistaram antes por falta de oportunidade”.

Segundo Alckmin, em São Paulo, serão unificados em um só cartão os programas Bolsa Família e Renda Cidadã, que, juntos, atenderão a mais 300 mil famílias, totalizando 1 milhão de pessoas que estão abaixo da linha de pobreza. O governador ressaltou a importância de os governos se aproximarem reunindo esforços de programas sociais complementares. Para ele, o pacto é um marco que ultrapassa disputas e une esforços em prol dos que mais precisam no Brasil.

Os governadores do nordeste já aderiram ao Pacto Brasil Sem Miséria e depois do sudeste será a vez da assinatura dos Estados do norte, sul e centro-oeste do País.