quinta-feira, 23/05/2013
Pais e Alunos

Educação distribui nesta sexta-feira “cartão-livro” para 76 mil alunos de Ribeirão Preto

Cada estudante receberá o valor de R$ 18 para compra de livros na Feira do Livro de Ribeirão Preto

Estimular a leitura e aproximar o jovem do universo literário é o objetivo da Secretaria da Educação ao distribuir nesta sexta-feira (24), o “cartão livro” para aproximadamente 76 mil estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de escolas da Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto.

O benefício para cada aluno é de R$ 18 e será usado exclusivamente durante a 13ª edição da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 6 a 16 de junho. Os estudantes receberão o cartão nominal na escola e serão orientados sobre a forma de utilização.

“Permitir que os alunos comprem seus livros é dar-lhes condições de serem protagonistas tanto na administração de seus próprios recursos financeiros quanto na ampliação da sua capacidade de escolha, já que poderão selecionar os títulos e gêneros de sua preferência”, afirma o coordenador das ações da Secretaria da Educação no evento, Ricardo Addeo Dias .

Além do “cartão livro” os alunos contarão com 300 ônibus, responsáveis pelo transporte, e lanches, no valor de R$ 5 reais para cada estudante. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 1,4 milhão.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Os participantes são de escolas estaduais de 14 municípios que contemplam a Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto: Altinópolis, Brodowski, Batatais, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Luiz Antonio, Santa Rosa de Viterbo, Santo Antonio da Alegria, Santa Cruz da Esperança, São Simão, Serra Azul, Serrana e Ribeirão Preto.

Feira do Livro

Com 652 atrações culturais gratuitas para todas as idades, a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto é um evento que faz parte do calendário da região. No ano de 2012, mais de 520 mil pessoas participaram da iniciativa.

Neste ano, a Secretaria da Educação contará com três stands: um no Parque Maurilio Biagi, outro no estúdio Kaiser e na Praça 15. Nesse espaço, os visitantes terão acesso a informações dos projetos desenvolvidos na rede estadual, apresentações das escolas e dos Centros de Estudos de Línguas, oficinas e exposições do Escola da Família