sexta-feira, 04/01/2013
Releases

Educação investe R$ 3,3 milhões para atendimento de alunos com deficiência na capital e em Ribeirão Preto

Aporte é destinado a convênios entre a pasta e duas instituições assistenciais  O governador Geraldo Alckmin autorizou a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo a firmar convênios com as associações Amigos do Autista de São Paulo e de Ribeirão Preto para atendimento de autistas com deficiências graves que não podem ser atendidos no […]

Aporte é destinado a convênios entre a pasta e duas instituições assistenciais 

O governador Geraldo Alckmin autorizou a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo a firmar convênios com as associações Amigos do Autista de São Paulo e de Ribeirão Preto para atendimento de autistas com deficiências graves que não podem ser atendidos no ensino regular da rede estadual. O investimento total é de R$ 3,3 milhões.

Os recursos auxiliarão no pagamento de professores, diretores e coordenadores pedagógicos, além da manutenção das classes. As unidades oferecem atendimento pedagógico e educacional para crianças e jovens autistas. O convênio firmado com a unidade da capital é de R$ 2,3 milhões e com a instituição do interior é de R$ 1 milhão.

Capacitação e atendimento em educação especial

A rede estadual de ensino de São Paulo é pioneira na oferta de atendimento educacional especializado a estudantes com deficiência nas escolas públicas e atendeu, no ano passado, mais de 56 mil alunos com deficiência, dos quais 3.200 são autistas.

Todas as escolas estaduais são inclusivas. Alunos com autismo de baixa complexidade, de acordo com análise médica e pedagógica, são matriculados no ensino regular e, se necessário, podem ser atendidos por professores especializados em deficiência intelectual no contraturno.

Caso não seja possível o atendimento de um estudante na rede regular de ensino devido ao elevado nível da deficiência, ele é assistido por instituições de ensino credenciadas.