quinta-feira, 31/03/2016
Boas Práticas

Plataforma de uso consciente da água já pode ser acessada por professores da rede

Objetivo é promover a conscientização da comunidade escolar sobre a importância da água

Os professores da rede estadual paulista ganharam uma nova plataforma digital para o ensino de ecologia e meio ambiente na sala de aula. Parceria do Instituto Akatu com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o programa SOS Água reproduz todo o processo de captação de mananciais, tratamento e distribuição nas cidades. O objetivo final é levar as atividades às classes do Ensino Fundamental.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

No ambiente virtual, educadores e alunos poderão buscar soluções para os locais onde ocorrem desperdício e debater os projetos de sustentabilidade executados no próprio município. Para ter acesso à ferramenta, o professor deve fazer o cadastro no site Edukatu. Nas atividades, cada equipe poderá juntar pontos e ganhar medalhas ao longo do percurso.

 

A plataforma ficará disponível até o fim do ano letivo. Em março, mais de 200 professores de Ciências, coordenadores pedagógicos e diretores participaram de workshop online para conhecer as funcionalidades e, a partir daí, elaborar planos de aula. O material também pode ser adotado de forma multidisciplinar pelas unidades.

Projetos no interior são destaques da rede

Além do projeto SOS Água, a Educação de São Paulo apoia diversas iniciativas com foco no consumo consciente. Merecem destaques as iniciativas das escolas Professor Tochichico Yochicava, em Suzano, e Antonio Kassawara Katutok, de Birigui. Nesta última, vencedora do Prêmio Gestão Escolar, a água da chuva é utilizada para regar o bosque e a horta, cujas verduras foram introduzidas na merenda escolar. Saiba mais aqui.

Já em Suzano, a produção de alimentos também é prioridade. No modelo de “horta hidropônica” criado pelos alunos, as folhas são suspensas no ar por meio de calhas especiais. Saiba mais aqui.