terça-feira, 22/10/2013
Imprensa

Educação registra 322,7 mil inscritos no maior concurso da história para professores de SP

Balanço mostra que 9 mil são de outros estados e maior parte de fora de São Paulo é do Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro          O maior concurso da história da rede estadual paulista terá a participação de cerca de 9 mil professores de outros estados. Balanço da Secretaria da […]


Balanço mostra que 9 mil são de outros estados e maior parte de fora de São Paulo é do Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro 

        O maior concurso da história da rede estadual paulista terá a participação de cerca de 9 mil professores de outros estados. Balanço da Secretaria da Educação do Estado mostra que a maior parte dos candidatos de fora do estado vem do Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro. O concurso, que será realizado no dia 17 de novembro e recebeu 322,7 mil inscritos, um recorde em comparação ao último certame de 2010, quando foram registrados 260 mil inscrições (elevação de 24,1%). Mais informações estão no Portal da Educação:  www.educacao.sp.gov.br

        O estado do Paraná é o que mais teve professores inscritos, com 2.859 cadastros, seguido por Minas Gerais, com 2.703. Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro vêm logo em seguida, com 953 e 706, respectivamente. Mais atrás, na quinta e na sexta posição, está a Bahia, com 201 docentes, e o Distrito Federal, com 197 (veja tabela abaixo). A região Sudeste, mesmo sem contabilizar São Paulo, é a que tem mais candidatos, com 3.473 inscrições. Em seguida vem a região Sul com 3.018 e a região Centro-Oeste, com 1.447.

        “O amplo interesse para o concurso, inclusive de profissionais de outros estados, mostra que a nossa política de valorização do professor está no caminho certo. Já em 2014 serão chamados 20 mil profissionais para atuarem na maior rede de ensino do País que tem como compromisso fazer dos nossos servidores e alunos a prioridade”, afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

        O salário inicial de um professor que leciona para classes de anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, com jornada de 40 horas semanais, é de R$ 2.257,84, podendo chegar a R$ 6.390,78 de acordo com a evolução funcional. A rede estadual paulista tem uma política salarial que prevê um aumento escalonado de 45% até o ano que vem. Em 2014, a remuneração inicial deste docente chegará a R$ 2.415,89. O valor do piso pago pelo Estado de São Paulo é 44% superior ao piso nacional.

        Puderam fazer inscrição para o concurso educadores que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio das disciplinas de Arte, Biologia, Ciências Físicas e Biológicas, Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia ou atuar nas áreas da Educação Especial.

        Além do exame, o processo seletivo também é composto por uma avaliação de títulos. Todas as informações sobre a participação estão no edital publicado no Diário Oficial, que também traz informações complementares sobre o envio dos documentos (veja aqui). As referências bibliográficas estão disponíveis para consulta (veja aqui)         

Estado

Inscritos

Paraná

2859

Minas Gerais

2703

Mato Grosso do Sul

953

Rio de Janeiro

706

Bahia

201

Distrito Federal

197

Goiás

155

Mato Grosso

142

Pará

134

Santa Catarina

113

Sergipe

67

Espírito Santo

64

Ceará

62

Pernambuco

61

Piauí

58

Maranhão

51

Rio Grande do Sul

46

Alagoas

41

Paraíba

41

Amazonas

32

Tocantins

29

Rondônia

26

Rio grande do Norte

24

Acre

18

Amapá

11

Roraima

7

 

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Assessoria de Comunicação e Imprensa 
Mais informações à imprensa: (11) 3218-2061 |(11) 3218-2020
www.educacao.sp.gov.br  www.facebook.com/educasp

www.twitter.com/educacaosp | www.flickr.com/photos/educacaosp