sexta-feira, 12/11/2021
Notícia

Educação SP se reúne com equipe da Secretaria da Educação do Estado do Paraná e visita escola estadual na Zona Leste

Ações da Seduc-SP para uma adesão positiva do Programa de Ensino Integral foi tema do encontro

Nesta semana, a coordenadora do Programa de Ensino Integral (PEI), Kate Abreu, acompanhou a equipe da Secretaria da Educação do Estado do Paraná (Seduc-PR) numa visita à sede da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP). Na ocasião estavam presentes Cristiane Jakymiu, Chefe de Departamento de Programas para a Educação Básica, Monalisa Serpe, coordenadora da Educação em Tempo Integral, e a coordenadora dos Programas Especiais, Adriana Rigon, que vieram a São Paulo para entender mais sobre a vivência e adaptação do modelo PEI nas escolas estaduais do Estado.

“Eu espero que seja um momento frutífero para ambas as equipes, não é só nós estarmos recebendo essa visita para conhecer o nosso PEI, é também para refletirmos a partir dos desafios e dúvidas que a Seduc-PR compartilhou conosco… é repensarmos juntos” declarou, Kate Abreu.

Pontualmente, durante o encontro foi apresentado o Programa Skills for Prosperity e Atividades Complementares pela equipe curricular da Coordenadoria Pedagógica (COPED), que também foi convocada para explicar um pouco mais sobre a aplicação do programa no Estado.

“O Skills a gente está agora implementando o programa no Estado, então a gente veio conhecer a forma de funcionamento, a formação, como implantaram no Estado para ver como vai funcionar lá. E foi ótimo, que além do Skills a gente pode entender toda a organização da Secretaria como um todo, não só do programa, mas também da PEI por exemplo, foi bem gratificante isso” contou, a coordenadora dos Programas Especiais, Adriana Rigon.

Em seguida, as convidadas puderam entender melhor o funcionamento do modelo do Programa de Ensino Integral da Seduc-SP, também dentro da temática alguns dos pontos foram abordados como a carga horária adotada por cada unidade escolar conforme demanda de estudantes, a expansão do PEI no Estado e quais as ações necessárias para implementação de qualidade. Também foram apresentados cadernos do programa elaborados pela SEDUC, plano de formação, acompanhamento das escolas, mentoria, entre outros.

A Seduc-PR vive seu 2º ano de PEI e essa visita a São Paulo aconteceu justamente para entender alguns pontos que ainda não foram implementados como o PEI com carga horária de 7 horas, dividida em dois turnos. “Entendemos muitas coisas diferentes, como a organização, da formação e dos materiais, essa expertise nos falta um pouco, a gente ainda não criou lá, não temos essa caminhada, quando implementamos lá, foi na época da pandemia, não tivemos algumas situações no presencial que vocês tiveram. Para a gente é tudo muito novo, estamos ainda na fase de acerto e erro, então foi muito interessante que a prática é simplificada e satisfatória da Seduc, já pedimos o material que nos disponibilizam e queremos implementar muita coisa lá na rede, aqui pudemos ver muitas coisas diferentes e enxergamos que tinha bastante coisa certa no nosso meio’’ afirmou Monalisa Serpe, coordenadora da Educação em Tempo Integral.

Aproveitando a oportunidade, a equipe da Seduc-SP também visitou a Escola Estadual Miguel Kruse, na zona leste da capital, junto a Seduc-PR. Ao conversar com gestores, professores, estudantes e outros membros da comunidade escolar puderam entender na prática como funciona a rotina escolar de uma escola PEI de 7 horas.

Segundo Cristiane Jakymiu, Chefe de Departamento de Programas para a Educação Básica, ver de perto a realidade da Secretaria é um dos motivos de trazê-las a São Paulo. “Para nós foi muito importante esse encontro, se pudéssemos ficaríamos mais tempo, perguntaríamos muito mais e infelizmente o tempo passa rápido. Como chefe de departamento, conheci muito do programa de tempo integral e skills, além de outros programas da Secretaria. Fico muito agradecida pelo encontro, acrescentou muito e nos trouxe bastante experiência bacana para levar para lá (Paraná)” afirmou.