quinta-feira, 18/10/2018
Agenda do secretário

Educadores terão formação para estimular criatividade, cooperação e empatia

Proposta foi anunciada hoje (18) no Palácio dos Bandeirantes pelo governador e secretário de Estado da Educação

Além do anúncio do curso, professores que se destacaram dentro e fora da sala de aula foram homenageados

Nesta quinta-feira (18), o secretário de Estado da Educação João Cury esteve ao lado do governador Márcio França para anunciar novidades para a educação paulista. Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, a iniciativa aconteceu em prol do Dia dos Professores.

Entre as propostas, educadores que atuam hoje na rede de ensino paulista vão receber formação nas chamadas “habilidades socioemocionais” a partir deste mês. O intuito é levar às salas de aula práticas pedagógicas que estimulam empatia, cooperação e criatividade.

Para o secretário, essas habilidades já se tornaram uma exigência do mercado de trabalho. “Vamos trabalhar os nossos professores para que eles possam adquirir essas competências e multiplicar o aprendizado com os alunos”, afirmou.

O programa conta com a participação da equipe da EFAP (Escola de Formação Aperfeiçoamento dos Professores) e de especialistas convidados. O grupo procura promover pensamento científico, crítico e criativo, autoconhecimento, responsabilidade e cidadania de todos os membros da rede.

Márcio França também contemplou a ação e comentou sobre a importância de valorizar o funcionalismo público, sobretudo, nos dias de hoje. “São vocês que ajudam a manter tudo isso em pé”, disse aos convidados. “Educação é prioridade e é através dela que fazemos grandes mudanças no Estado”, completou.

A formação, portanto, começa a partir da próxima semana em 15 diretorias de ensino da capital e da região metropolitana. O projeto será estendido para toda a rede estadual em 2019.

Por não se tratar de uma disciplina escolar, a ideia é traçar uma política de formação integral com a elaboração de percursos e estratégias de aprendizagem em sala de aula e, ao mesmo tempo, articular com as competências intelectuais e socioemocionais.

“Dizem que professor é a profissão que forma outras profissões, mas eu acho que vai muito mais além. O professor é construtor de uma nação com valores, sentimentos. Não é só no aspecto cognitivo”, ressaltou Cleide Bochixio, secretária Adjunta da Educação.

O programa também será oferecido aos profissionais do Quadro de Apoio Escolar e do Quadro da Secretaria da Educação.

Homenagem aos professores

Em comemoração ao Dia dos Professores, celebrado na última segunda-feira (15), a Secretaria homenageou 29 educadores da rede que se destacaram dentro e fora da sala de aula.

A solenidade também contou com a presença de Lúcia França, primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, também conhecida como Professora Lúcia. “Eu sei bem a importância que nós temos. Eu sempre fiz questão de usar o título de professor”, enfatizou.