terça-feira, 20/03/2018
Ensino Fundamental

Eleições para novos Grêmios Estudantis seguem até 10 de abril

Escolas que tem grêmio em atividade precisam realizar anualmente o pleito para garantir que novos alunos participem

Ainda dá tempo de criar uma comissão eleitoral para eleger as novas gestões dos Grêmios Estudantis nas escolas da rede. Até o dia 10 de abril, alunos podem organizar chapas e campanha de divulgação de projetos visando a obtenção de votos.

Atualmente, 92% das unidades de ensino mantém Grêmios Estudantis. Esse número representa mais de 4,7 mil escolas da rede. Os jovens têm a oportunidade de adquirir responsabilidade, autonomia e liderança.

A ação faz parte do projeto Gestão Democrática que visa expandir a participação dos estudantes dos ensinos Fundamental e Médio nas tomadas de decisões na escola. “Aprendi a lidar com opiniões diferentes. A democracia é a base para a nossa vida e, por isso, o Grêmio é muito especial”, destaca a aluna Isabella Bordalho, da escola Professor Milton da Silva Rodrigues, que assumiu o cargo de vice-presidente do Grêmio Estudantil, em 2017.

“Precisamos garantir que os estudantes tenham interesse e sejam informados sobre o processo. O aluno deve parar de olhar para a questão individual e contribuir com o espaço educativo”, destaca Sonia Maria Brancaglion, técnica do gabinete da Secretaria da Educação.

O aluno Alex Oliveira Aguiar, do 2º ano do Ensino Médio, da escola Pereira Barreto, localizada na capital paulista, diz que aprendeu a falar em público com a sua nova função no grêmio e que aprendeu muito sobre economia.  “O cargo de tesoureiro foi um grande desafio para mim. Aprendi como trabalhar com finanças e a ter uma responsabilidade maior”, explica.

Para aluna Ana Beatriz Nunes Rodrigues, da escola Valois Scortecci, em Barretos, a função de secretária do grêmio estudantil permitiu que exercesse o protagonismo e a capacidade de tomar decisões. “Como secretária, consegui não só melhorar nos meus aspectos de liderança, mas também treinar minha de escrita e organização. É um dos maiores aprendizados que podemos ter dentro da escola”, comenta.

Vale ressaltar, que as escolas que tem grêmio estudantil em atividade precisam realizar anualmente o pleito para garantir que novos alunos participem da composição das chapas e da escolha.