sexta-feira, 17/08/2018
Notícia

Eletiva ‘De bem com a Vida’ ensina alunos sobre hábitos saudáveis

Proposta é contribuir com o aprendizado de alunos que desejam seguir profissionalmente a área de Saúde

Mais do que teorias e conceitos, a escola é um espaço para se aprender muito sobre a vida. É claro que não se pode ensinar tudo a respeito dela, mas mostrar caminhos de como torná-la mais produtiva e saudável pode contribuir bastante com a formação dos alunos.

É por meio dessa visão que a E.E. Dulce Ferreira Boarin, na capital paulista, pretende engajar seus estudantes que têm interesse em seguir profissionalmente a área da Saúde. Através da disciplina eletiva “De bem com a Vida”, os jovens possuem orientações de adoção de hábitos saudáveis para o corpo e ainda relacionaram as disciplinas de Ciências, Matemática e Educação Física.

“Faz parte da educação cultivar os hábitos saudáveis da manutenção do corpo, pois isso favorece o processo de aprendizagem. Com isso, trabalhamos a alimentação e a atividade física com o rumo que eles querem tomar profissionalmente”, explica Diego de Oliveira, professor orientador da unidade e coordenador do projeto.

Segundo ele, o processo de eletiva teve um comprometimento muito grande dos professores envolvidos. Assim, foram estabelecidos quatro pilares para a disciplinas: aprender a ser, a conhecer, a conviver e a fazer.

A ideia é fazer com que os alunos reflitam e adquiram conhecimentos sobre saúde individual e pública, alimentação saudável, fatores ambientais que a afetam (como poluição, radiação e drogas), doenças sexualmente transmissíveis, gravidez e métodos contraceptivos.

Além disso, a eletiva incentiva a prática de atividade física e procedimentos básicos de primeiros-socorros. Os alunos, dessa forma, conseguiram enxergar essa multidisciplinaridade e já apresentaram mudanças de hábitos.

“O interesse na prática de atividades físicas aumentou. Alguns alunos desenvolveram hábitos de higiene com maior frequência, como o simples ato de escovar sempre os dentes após o almoço, por exemplo”, afirma Diego.

Aos 14 anos, a aluna do 9º ano do Ensino Fundamental, Kaori Adaniya, pretende ser psicóloga. Com a eletiva, pôde abrir a mente em relação à profissão após realizar um trabalho comparando pessoas normais, obesas e desnutridas.

“Isso ajudou no meu projeto de vida, pois descobri como esses grupos de pessoas se sentem, na questão psicológica. Foi muito interessante, pois nunca passou pela minha mente que o psicológico da pessoa muda conforme o físico dela”, diz a aluna.

A eletiva “De bem com a vida” tem duração de um semestre e a avaliação dos alunos se dá de forma contínua, nas avaliações pontuais, através de debates na sala de aula, entrega e análise dos trabalhos propostos, criatividade, coletividade e cooperação.